segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Município de Apodi expõe experiências de sucesso do Sistema Único na primeira EXPESUS

(Foto: Josemário Alves)
Teve início nesta segunda-feira (11), em Apodi, a primeira Exposição de Experiências Exitosas no Sistema Único de Saúde (EXPESUS). O evento é uma amostra do trabalho da Secretaria Municipal de Saúde que foi realizado durante todo o ano de 2017.

De acordo com o coordenador de Saúde Ivanildo Lima, idealizador do evento, a ideia é fazer um intercâmbio de ideias para aprimorar os serviços, ao mesmo tempo em que valoriza os profissionais.

(Foto: Josemário Alves)
“É uma troca de experiências que busca melhorar os nossos serviços. Às vezes, um serviço que é executado com excelência em uma área do município, quando exposto, pode contribuir para melhorar em outra região”, destaca o coordenador. “O EXPESUS também busca valorizar os profissionais da saúde do nosso município”, acrescenta.

O I EXPESUS acontece durante a segunda e terça-feira (11 e 12 de dezembro), a partir das 18h, com palestras, homenagens e amostra do trabalho exitoso de vários grupos que compõem a Secretaria Municipal. O evento é realizado no auditório do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rural (STTR) de Apodi e conta com a participação de profissionais de saúde de outros municípios, como Viçosa, Rodolfo Fernandes, Mossoró e Riacho da Cruz.

(Foto: Josemário Alves)

domingo, 10 de dezembro de 2017

Restaurante de Apodi cria atrativo para contemplar pôr do sol na Lagoa ao som de piano e sax

(Foto: Josemário Alves)
O restaurante Requinte, de Apodi, está fazendo o maior sucesso com uma novidade nos finais de tarde dos domingos: a contemplação do pôr do sol na Lagoa ao som de piano e saxofone. A ideia teve início no último domingo (03) e atraiu várias famílias.

De acordo com o proprietário Ariel Leite, o objetivo é proporcionar aos apodienses mais uma opção de diversão antes mesmo do anoitecer.

“O nosso pôr do sol é muito lindo e, por isso, resolvemos criar este atrativo. Aqui nos fins de tarde não tem nenhuma opção de diversão, o forte mesmo é a noite. Daí pensamos em criar a contemplação do pôr do sol ao som de piano e sax para entreter o pessoal. No primeiro domingo, muitas famílias compareceram e aprovaram”, relatou.

(Foto: Josemário Alves)
O som do piano e do saxofone fica por conta de dois apodienses, residentes em Mossoró, que aceitaram o convite de Ariel para participar do projeto. Eles se apresentam por cerca de duas horas, garantido boa música àqueles que sabem apreciá-la.

O Restaurante Requinte fica localizado no Calçadão da Lagoa, o que favorece a contemplação do pôr do sol. Os eventos acontecem aos domingos, a partir da 5h30 da tarde. Neste domingo (10), acontecerá a segunda edição.

“Já estamos com uma parceria formada para realizar estes momentos durante todos os domingos do mês de dezembro. Tenho certeza de que as famílias vierem participar irão vivenciar momentos incríveis”, acrescenta Ariel Leite.

(Foto: Josemário Alves)

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

(Foto: Josemário Alves)
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através do promotor Frederico Augusto Pires Zelaya, enviou uma notificação à Prefeitura de Apodi recomendando o cancelamento de todos os convênios existentes com a Associação de Proteção à Maternidade e a Infância (APAMI), mantenedora da Maternidade Claudina Pinto.

A notificação chegou às mãos do prefeito Alan Silveira na tarde desta quinta-feira (07).

Conforme o documento, o Município tem 15 dias para “suspender, imediatamente, o convênio celebrado com a APAMI de Apodi para prestação de serviços de saúde, bem como a transferência de qualquer recurso público, que se abstenha de realizar novos convênios ou similares”.

O promotor usou como base para a recomendação o fato da APAMI ter descumprido os termos firmados no convênio de março de 2017, com a Prefeitura, e também o relatório técnico realizado pelo Centro de Apoio às Promotorias de Justiça da Saúde (Caop Saúde).

Segundo o prefeito Alan Silveira, esta notificação o pegou de surpresa. “Sinceramente, não esperava por esta recomendação. Agora, só nos resta sentar com o setor jurídico e com o grupo de trabalho que formamos com a APAMI e a Câmara, para outros esclarecimentos”, afirmou.

FACENE Mossoró

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Apodi lançará campanha pela conscientização do homem sobre o fim da violência contra as mulheres

(Foto: Josemário Alves)
O município de Apodi, localizado na região Oeste do Rio Grande do Norte, lançará nesta quarta-feira (06) uma campanha que visa conscientizar os homens acerca da violência contra as mulheres. A campanha faz parte de uma ação nacional que será trabalhado em Apodi pela primeira vez.

Denominado de “Laço Branco”, a campanha será desenvolvida pela Secretaria Municipal da Mulher e da Igualdade Racial dentro dos “16 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra a mulher”.

De acordo com a secretária Valdênia Morais, a ideia é trabalhar o assunto da violência contra as mulheres diretamente com os homens.

“A gente está trabalhando esta temática desde o mês passado com as mulheres, e não poderíamos deixar os homens de fora. Nosso objetivo é conscientizá-los e trazê-los para o nosso lado, só assim, poderemos pensar num mundo sem violência”, explicou Valdênia.

A campanha “Laço Branco” será lançada a partir das 20h no Patamar da Igreja Matriz de Apodi, dentro dos festejos da padroeira Nossa Senhora da Conceição.

O Laço Branco diz respeito a uma mobilização que surgiu no Canadá, devido a uma tragédia ocorrida em 1989, em Montreal. Naquele ano, Marc Lepine, de 25 anos, invadiu uma escola politécnica canadense, ordenou que homens se retirassem, assassinou 14 mulheres e suicidou-se em seguida.

No Brasil, a campanha teve início em 1999, sob coordenação da Rede de Homens pela Equidade de Gênero (RHEG), que reúne organizações não governamentais e núcleos acadêmicos.

Em 2007, foi promulgada a lei nº 11.489/2007, que estabelece o dia 6 de dezembro como Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.
 
FACENE Mossoró
 

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Projeto de lei que proíbe discussão sobre gênero nas escolas de Apodi vai contra o que pensa o STF

(Foto: Câmara de Apodi | Reprodução)
O projeto de lei municipal que proíbe informações sobre gênero e orientação sexual nas escolas públicas e privadas de Apodi, na região Oeste do Rio Grande do Norte, vai contra ao que pensam os magistrados do Superior Tribunal Federal (STF).

Isto porque, em outras situações semelhantes, o STF suspendeu leis iguais sob alegação de serem inconstitucionais.

Na visão do ministro Luís Roberto Barroso, em um caso registrado no Paraná em junho desse ano, somente a União tem competência para legislar sobre diretrizes educacionais e normais gerais de ensino.

Barroso destacou na época que, o fato de impedir o acesso a conteúdo sobre uma dimensão fundamental da experiência humana e para a vida em sociedade, a lei viola o princípio constitucional da proteção integral da criança e do adolescente.

“Nesse sentido, o mero silêncio da escola nessa matéria, a não identificação do preconceito, a omissão em combater a ridicularização das identidades de gênero e orientações sexuais, ou em ensinar o respeito à diversidade, é replicadora da discriminação e contribui para a consolidação da violência às crianças homo e trans”, afirmou Luís Roberto Barroso.

Em outro caso, em fevereiro de 2017, o prefeito de Ariquemes em Rondônia e sete vereadores foram processados pelo Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPE) por impedir que fosse ensinada ideologia de gênero nas escolas municipais. Na ocasião, o gestor censurou livros distribuídos pelo Ministério da Educação que ensinavam sobre casamento homossexual, diversidade sexual e preservativos.

A lei em Apodi foi uma autoria dos vereadores Evangelista Menezes (PR) e Júnior Carlos (PSB), com o apoio de Charton Rêgo (AVANTE) e Andreazo Alves (PSDB). O documento foi votado e aprovado na última sessão da Câmara, em 30 de novembro de 2017.

O projeto deixa claro que “fica terminantemente proibida na grade curricular da rede municipal de ensino e da rede privada a disciplina Ideologia de Gênero, bem como toda e qualquer disciplina que tente orientar a sexualidade dos alunos ou que tente extinguir o gênero masculino e ou feminino como gênero humano”.

O projeto foi aprovado pelos vereadores e segue para a sanção ou veto do prefeito. O assunto está na boca do povo e nas redes sociais.

FACENE Mossoró

Feira Multissetorial supera expectativas e reúne quase 10 mil visitantes nos três dias de evento

(Foto: Êba! Agência de Mídia | Divulgação)
A Feira Multissetorial do Médio Oeste 2017, realizada na cidade de Apodi, superou todas as expectativas dos organizadores. Durante os três dias, o evento reuniu quase 10 mil visitantes, segundo informou a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL).

Em sua primeira edição, a feira de negócios aconteceu do dia 29 de novembro até 1º de dezembro, promovendo a exposição de empresas e produtos regionais em praça pública.

Participaram mais de 50 expositores de Apodi, Felipe Guerra e Mossoró. A ideia da CDL, que estava como organizadora, foi fomentar o comércio da região do Médio Oeste e movimentar a economia local.

Além de exposições de lojas e produtos, a Feira Multissetorial abraçou o II Fórum das Águas e o II Seminário de Fruticultura Irrigada, realizados no IFRN Campus Apodi, e o desfile de moda Apodi Fashion Show. Os visitantes puderam ainda se divertir com atrações musicais e culturais todas as noites.

(Foto: Êba! Agência de Mídia | Divulgação)
Segundo o presidente do CDL Apodi, Givanildo Batista, o que mais o surpreendeu foi o grande público nos três dias de evento. “Muita gente procurando saber o que era a Feira, visitando os estandes e fazendo desse evento um dos maiores que a nossa região já viu. Não tenho dúvidas de que, no próximo ano, será ainda maior”, comentou.

A Feira Multissetorial do Médio Oeste 2017 foi uma realização da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Apodi, com o apoio da Prefeitura Municipal, SEBRAE-RN, TCM Fibra Óptica, Rádio Vale do Apodi e Agrícola Famosa. O evento aconteceu dentro das festividades da padroeira da cidade Nossa Senhora da Conceição. 

Da Êba! Agência de Mídia

FACENE Mossoró

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Gestão bate meta e cumpre 26% das promessas de campanha em menos de um ano em Apodi

(Foto: Josemário Alves)
A gestão Apodi Cidade de Todos, que governa o município de Apodi desde o início desse ano, bateu sua meta de execução do plano de governo para 2017 antes mesmo do ano acabar. A novidade foi anunciada pelo prefeito Alan Silveira, nesta segunda-feira (04), através de suas redes sociais.

Um levantamento feito por cada secretaria apontou que já foram cumpridas 26,5% de todas as promessas de campanha entregues ao Tribunal Regional Eleitoral durante registro da candidatura, em agosto do ano passado.

“Em reunião de avaliação, durante a última semana, chegamos à conclusão de que já cumprimos a meta de 2017, que era de entregar 25% das ações do nosso plano. Atingimos 26,5% ao final de 11 meses e já temos muito trabalho para mostrar ao nosso povo”, destacou Alan.

Dentre as promessas cumpridas se destacam o De Olho no Crime, que implantou um amplo sistema de monitoramento eletrônico das principais vias e equipamentos públicos, implantação da Escola Jovem de Música, aumento da equipe através da contratação de médicos especialistas, enfermeiros e auxiliares de enfermagem para ampliar a capacidade de atendimento da rede de saúde do município, e a criação do programa do Pinto Caipira, executando a proposta Voar para o Futuro.

Conforme o prefeito Alan, a expectativa é que no próximo ano a gestão possa entregar muito mais conquistas à população, uma vez que várias obras e serviços já estão em andamento e a casa estará organizada, o que facilitará o trabalho de toda a equipe.

“Em 2018, com a casa organizada, teremos muito mais conquistas para comemorar. À todo o povo de Apodi, muito obrigado pela confiança. Aos que fazem a Prefeitura Municipal de Apodi, muito obrigado e parabéns! Somos resultado de um trabalho eficiente e eficaz!”, concluiu o gestor.

O plano de governo do prefeito Alan Silveira e da vice-prefeita Hortência Regalado é composto por 68 propostas, das quais 18 já foram executadas. A ideia é zerá-lo até o final do mandato, em dezembro de 2020, cumprindo o que foi prometido ao povo durante a campanha.

FACENE Mossoró

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Prefeitura de Apodi inicia pagamentos dos servidores

(Foto: Josemário Alves)
A Prefeitura de Apodi iniciou nesta quarta-feira (29) o pagamento da folha salarial dos servidores municipais. Foram creditados os vencimentos do Gabinete, Administração, Finanças, Agricultura, Assistência Social, Urbanismo, Obras, Conselho Tutelar, Banda de música, dentre outros.

De acordo com a secretária de Administração Ariana Dantas, a previsão é que toda a folha seja concluída até sexta-feira (01), ficando faltando apenas os agentes de saúde.

“Estávamos aguardando apenas a votação do orçamento pela Câmara para poder pagar os agentes de saúde. Como os projetos foram aprovados na sessão desta quinta-feira (30), temos a legalidade de pagar já na segunda-feira (04)”, explica Ariana.

O pagamento dos servidores em dia é uma exigência do prefeito Alan Silveira. Ele reconhece que esta ação, além de ser uma obrigação, acaba promovendo a valorização da equipe e, com isso, gera uma série de fatores positivos para o município, como a prestação de um serviço de qualidade e economia em alta.

FACENE Mossoró

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

“É preciso dar um basta”, destaca vice-prefeita durante panfletagem sobre violência contra a mulher no Centro de Apodi

(Foto: Josemário Alves)
A Secretaria Municipal da Mulher e da Igualdade Racial de Apodi realizou, durante a manhã do sábado (25) na Feira Livre, uma blitz de conscientização sobre a violência contra a mulher. A ação fez parte da campanha 16 Dias de Ativismo, que visa alertar a sociedade acerca da prevenção e enfrentamento deste tipo de violência.

A vice-prefeita Hortência Regalado, que também é presidente do Conselho dos Direitos das Mulheres no município, participou da blitz. Ela se juntou à equipe da Mulher para panfletar e tentar conscientizar a população sobre a Lei Maria da Penha.

(Foto: Josemário Alves)
“Esta ação pode parecer simples, mas só vamos conseguir acabar com a violência contra a mulher fazendo este trabalho de formiguinha. Não podemos ficar paradas vendo os números altos de mulheres morrendo porque foram agredidas. É preciso dar um basta nisso”, destacou Hortência.

Foram mais de duas horas debaixo do sol distribuindo panfletos e conversando com a população. Durante a blitz, várias pessoas que passavam pelo Centro reafirmaram apoio à causa.

“Estamos mostrando à sociedade que nós mulheres merecemos respeito, longe de qualquer tipo de violência”, acrescentou a secretária da Mulher Valdênia Morais.

(Foto: Josemário Alves)
A campanha 16 Dias de Ativismo teve início no dia 14 de novembro e segue até 12 de dezembro. Neste período estão sendo realizadas diversas ações, como palestras nas escolas, lançamento da campanha do Laço Branco, que mostra homens unidos pelo fim da violência contra a mulher, atendimento às mulheres no Ônibus Lilás, dentre outros.

FACENE Mossoró

Assaltante escapa da PM usando ruas com quebra-molas como rota de fuga em Apodi

(Foto: Josemário Alves)
Um motoqueiro, ainda desconhecido, foi perseguido pela Polícia Militar após praticar um assalto e roubar celulares na cidade de Apodi, no interior do Rio Grande do Norte. O caso aconteceu durante a tarde de domingo (26).

De acordo com o comandante da PM local, capitão Júlio César, o suspeito só conseguiu escapar porque usou ruas com quebra-molas como rota de fuga, impedindo que as viaturas o alcançassem e o prendessem.

Ao todo, três veículos da Polícia Militar foram mobilizados para a ocorrência, mas sem sucesso.

Ainda conforme Júlio César, a PM continua nas buscas ao motoqueiro e há uma suspeita sobre a identidade do mesmo.

FACENE Mossoró

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

“Como vamos dar comida aos nossos filhos?”, desabafa comerciante sobre decisão judicial que obriga retirada de ambulantes do Centro de Apodi

(Foto: Josemário Alves)
Uma comissão formada por dez pessoas irá buscar, na próxima semana, uma solução para a problemática da retirada dos ambulantes das ruas e calçadas do Centro de Apodi, que foi determinada pela Justiça. O grupo foi montado durante uma audiência pública realizada nesta sexta-feira (24) na Câmara Municipal.

O objetivo é sentar com o Ministério Público Estadual, que foi quem moveu a ação em 2015, para chegar a um consenso que atenda a liminar judicial e não prejudique os comerciantes. A comissão é formada por ambulantes, representante da Câmara Municipal, prefeito Alan Silveira e equipe jurídica do Município.

(Foto: Josemário Alves)
De acordo com o comerciante Noédson de Freitas, a determinação pegou todos de surpresa e, agora, eles não têm para onde ir. “Foi uma situação que nos pegou de surpresa. O Ministério Público está recaindo sobre nós, mas não apresenta uma solução. Como é que nós vamos dar comida aos nossos filhos, como é que vamos sustentar nossas famílias? Nós entendemos que nós atrapalhamos o livre acesso, mas precisamos trabalhar, e é isso que esperamos que o Ministério público entenda”, destacou.

(Foto: Josemário Alves)
Para o prefeito Alan Silveira a situação é bastante delicada. Ele garante o apoio da prefeitura aos comerciantes, pois reconhece a sua importância para a cidade. “Não queremos prejudicar ninguém, mas a decisão da Justiça é muito clara. Por isso, elegemos essa comissão para se reunir com o Ministério Público e ver o que podemos fazer, seja o prolongamento do prazo ou até mesmo designar um local para que esses pais de famílias possam trabalhar”, disse.

(Foto: Josemário Alves)
A equipe jurídica do Município irá marcar uma audiência com a promotoria local na próxima semana para que aconteça um primeiro diálogo entre os representantes da Justiça e a comissão.

FACENE Mossoró

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Feira Multissetorial do Médio Oeste inicia montagem da estrutura no Centro de Apodi

(Foto: Êba! Agência de Mídia | Divulgação)
As estruturas metálicas da Feira Multissetorial do Médio Oeste Potiguar começaram a ser instaladas no Centro de Apodi. A montagem para a primeira edição do evento, que ocorre de 29 de novembro a 01 de dezembro, tiveram início nesta quinta-feira (23) e deve seguir até o início da próxima semana.

Serão montados 60 estandes de 9m² cada no entorno da Praça Dom José Freire, em frente à Igreja Matriz. O evento acontecerá dentro dos festejos da padroeira da cidade e deverá reunir uma grande quantidade de visitantes durante os três dias.

De acordo com a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), responsável pela realização, a ideia é dar visibilidade ao comércio local e regional, expondo seus produtos e movimentando a economia.

Além da exposição das empresas, o evento contará ainda com o desfile de moda Apodi Fashion Show e atrações culturais todas as noites. Se apresentarão os artistas Bruno Martins e Orquestra Sanfônica no dia 29, Danilo Nikson no dia 30, e Kinho Araújo e Amanda Gomez no dia 1º de dezembro.

A I Feira Multissetorial do Médio Oeste Potiguar é uma realização da CDL de Apodi em parceria com a Prefeitura Municipal, SEBRAE-RN, TCM Fibra Óptica, Rádio Vale do Apodi e Agrícola Famosa.

FACENE Mossoró

type='text/javascript'/>