segunda-feira, 29 de abril de 2013

Chuvas reascendem esperança do homem do campo

A esperança do homem do campo floresce junto com cada broto de milho ou de feijão que nasce depois das primeiras chuvas do mês de abril. A imagem do agricultor assustado com a seca deu espaço para um sorriso de satisfação e confiança de que a comida estará na mesa e que os animais não passarão sede ou fome. No roçado, a semente já está plantada e a espera é para um bom período chuvoso, mesmo que seja a essa altura do ano.

Na comunidade rural de Passagem do Rio, o agricultor Antônio Medeiros Lopes plantou na semana passada, antes mesmo de a chuva da quinta-feira cair, ele mostra com muita felicidade os primeiros pés de milho que já nasceram. “O milho já nasceu. Olhe aí, o feijão já está estourando também”, disse.

Antônio Mossoró, como ele é mais conhecido, plantou sozinho, aos 73 anos, três hectares de milho e feijão, com a esperança de que colherá. “Eu confiei em Deus que iria ter inverno, só não sabia quando, e Deus mandou essas chuvas só agora para mostrar que São José não tem nada a ver com inverno e que quem manda mesmo é ele”, afirmou.

O agricultor já afirma que vai colher no final do mês de julho. “Na segunda-feira, o capim já vai estar alto e vou capinar tudo, deixar tudo assim bem bonito, e, se Deus quiser, no final de junho nós já estaremos colhendo os primeiros milhos”, acrescentou.

Em Apodi, os agricultores estão felizes com as chuvas, não pela agricultura em si, mas pelos animais, que agora tem água e comida um pouco mais favorável.

O senhor Maurílio Ferreira, que recentemente contou ao S.O.S Notícias do RN que os gastos ultrapassavam os R$ 160 mil, já não tira o sorriso do rosto. Segundo ele tudo vai melhorar daqui pra frente, por que a água agora é favorável.

Em três dias de chuvas que aconteceram na última semana em Apodi, fizeram a maioria dos açudes transbordarem, trazendo de volta a felicidade à vida dos sertanejos.


Josemário Alves - Da Redação/Mossoró
*Com informações e foto da Gazeta do Oeste
type='text/javascript'/>