terça-feira, 21 de maio de 2013

Agricultores, estudantes e classe trabalhadora fazem carreata e se reúnem em frente a governadoria


O manifesto denominado de grito de seca, acabou envolvendo várias pessoas, participaram do protesto, agricultores, representantes de entidades,estudantes, e representantes de classes trabalhadora, além de vários políticos.


Saíram de Apodi cerca de 150 pessoas, e veio caravana de várias cidades, como Caraúbas, Caicó, e várias outras, segundo os organizadores o movimento aglomerou 7 mil pessoas em frente a governadoria.

Vários representantes de entidades, soltaram o verbo através de um mega fone, cobrando iniciativas e criticando a governadora.


A vereadora Amanda Gurgel Participou da mobilização e desceu o verbo, disse que a classe trabalhadora do nosso estado,é explorada, e a cesta básica só sobe enquanto os aumentos de salários são uma miséria, falou ainda sobre diversos assuntos relacionado a melhoria de condições de trabalho.


Os estudantes também mostraram sua revolta e indignação com Rosalba e Carlos Eduardo.
Várias pessoas também fizeram uso do mega fone.



A governadora está reunida com a comissão, para tentar acordos.

Emerson Medeiros - Da Redação/direto de Natal

type='text/javascript'/>