terça-feira, 7 de maio de 2013

"Cuidados com resíduos que são jogados na rede de esgoto", avisa CAERN

Descartar produtos que irão para a rede de esgoto muitas vezes é uma solução encontrada por muitas empresas. Infelizmente, esta prática comum traz consequências para a população, como o entupimento da rede de esgotos, além da poluição do meio ambiente e dos corpos hídricos. Atividades econômicas geram resíduos que devem ter o descarte correto.

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) vem registrando, por exemplo, o entupimento da tubulação de efluentes de esgoto por resíduos gerados a partir de laboratórios de confecção de lentes de óculos de grau. Um caso recente ocorrido no centro mossoroense foi o entupimento por resíduo gerado possivelmente pela fabricação de lentes de grau. Esta espécie de resina vai se acumulando nas paredes da tubulação e provoca a obstrução completa impedindo a passagem do efluente que retorna para a rua.

A equipe da Caern retirou uma grande quantidade do produto da tubulação após reclamação dos comerciantes sobre o vazamento de esgoto. Além do usuário comum, o comércio e a indústria devem se preocupar com o descarte dos resíduos gerados a partir de sua produção. Os lava-jatos e postos de gasolina, por exemplo, precisam controlar inclusive o descarte de flanelas na rede, sem falar do óleo gerado pela lavagem de carros. Restaurantes, padarias e lanchonetes também devem observar, principalmente, o descarte de óleo de cozinha. A Caern registra o entupimento da rede, particularmente, próximo aos comércios que lidam com a produção de alimentos.

Os empresários e comerciantes são responsáveis pelos resíduos que produzem. O destino correto, de acordo com a Lei Federal Nº 12.305 de 2/8/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, atribui aos proprietários a responsabilização. Em tempos em que o consumidor está cada dia mais exigente, a boa convivência com o meio ambiente reforça a necessidade das empresas estarem em consonância com as boas práticas de produção. O respeito ao meio ambiente e à comunidade são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio.

Informações e Foto: Gazeta do Oeste
type='text/javascript'/>