quarta-feira, 8 de maio de 2013

Governo Federal assina pacote de enfrentamento à violência e ao crack no RN

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, esteve no Rio Grande do Norte, nesta terça-feira (7), e prometeu um pacote de medidas para enfrentamento à violência no Estado. Ele, inclusive, assinou o Termo de Adesão ao Programa Federal ‘Crack, é possível vencer’, que vai incluir as cidades de Natal, Mossoró e Parnamirim.

Durante encontro com representantes do Governo do Estado, Eduardo Cardozo explicou que o programa ‘Crack, é possível vencer’ une esforços dos ministérios da Justiça, da Saúde e do Desenvolvimento Social, além dos estados envolvidos.

De acordo com ele, a ideia é realizar uma ação dura com os grandes traficantes e promover um tratamento de qualidade para o usuário de drogas. O ministro também prometeu ações repressivas, conjuntas e integradas entre órgãos estaduais e federais.

Nos próximos dois anos, o Governo Federal pretende criar quase 90 vagas para atendimento aos usuários de drogas, em especial, o crack. As vagas serão possíveis por meio da abertura de 30 leitos em enfermarias especializadas; abertura de dois Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps) 24 horas; um CAPS 2, um CAPS Álcool e Drogas e um CAPS infantil; três novas unidades de acolhimento (sendo duas destinadas ao público adulto e uma ao infantil). Para as ações serão investidos R$ 21,3 milhões no eixo da saúde.

Ainda na área de Segurança Pública, o Ministério da Justiça, de acordo com o Governo do RN, irá investir R$ 7,7 milhões, na compra de quatro bases móveis policiais, 80 câmeras de videomonitoramento, oito viaturas, oito motocicletas, 200 armas de condutividade elétrica e 600 espargidores de pimenta, além da capacitação de 160 policiais militares que atuarão nessas bases e 80 do Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd).

Dentre as bases móveis adquiridas, a cidade de Natal irá receber duas, a partir do final de julho, enquanto que Mossoró e Parnamirim receberão uma base, cada uma, com entrega prevista para agosto de 2014. Cada base conta com 20 câmeras, dois carros, dois motocicletas, 50 armas de condutividades elétricas e 150 espargidores.

Informações: Portal BO
Foto: Ascom - RN
type='text/javascript'/>