quarta-feira, 8 de maio de 2013

Senador Davim revela que Garibaldi disse claramente que o PMDB terá candidato a governador

O senador Paulo Davim, presidente estadual do Partido Verde, confirma, nesta entrevista ao Jornal de Hoje, que o PMDB deverá ter candidato a governador nas eleições de 2014. Suplente do senador Garibaldi Filho (PMDB), que está licenciado do Senado, no Ministério da Previdência, Davim confirma a intenção da reedição da aliança entre PV, PMDB e PR para 2014. A aliança entre PV, PMDB e PR foi celebrada para a disputa proporcional de 2010, tendo sido responsável pela eleição de Henrique Alves (PMDB), João Maia (PR) e Paulo Wagner (PV) para a Câmara dos Deputados.

Com vistas à chapa majoritária, porém, Davim disse que o PV está dialogando com representantes de outros partidos e a decisão da legenda terá a influência desta chapa. Ele destacou que o raciocínio político dos partícipes desta aliança (PMDB, PR e PV) é de que o PMDB terá candidato próprio nas eleições do ano que vem. “O PV está conversando com todo mundo. Com o PMDB, com o PR.

Conversei com Garibaldi (titular da vaga de Davim no Senado), conversei com João Maia (presidente estadual do PR), tenho conversado com a deputada Fátima (deputada federal e pré-candidata ao Senado pelo PT)”, revelou Davim, considerando o cenário para 2014 ainda como “muito incerto”, uma vez que “não tem candidato a nada; apenas um pré-candidato a governador, que é Robinson Faria (vice-governador e presidente do PSD)”.

“Você há de convir que o cenário ainda está muito incerto porque não tem candidato a nada, só tem um pré-candidato que é Robinson e o resto não tem pré-candidatura. A gente está discutindo alianças e não estamos discutindo nomes porque não tem. Mas queremos preservar a nossa aliança de 2010, com PMDB, PV e PR, e queremos acrescentar mais, dependendo das composições e nomes escolhidos para as majoritárias. Mas nós estamos trabalhando para continuar na aliança”, afirmou.

Informações: Jornal de Hoje
Foto: Reprodução
type='text/javascript'/>