sábado, 29 de junho de 2013

Juíza que suspendeu pagamentos da Telexfree é ameaçada de morte

Juíz Thaís Khalil / Foto: Reprodução

A juíza Thaís Khalil, que em 18 de junho determinou a suspensão dos pagamentos da Telexfree, está sendo ameaçada de morte. De acordo com as informações do Ministério Público do Acre (MP-AC), anônimos também promteram matar os filhos e o marido da juíza. As ameaças foram por e-mail, telefone e Facebook.

Um inquérito policial foi aberto nesta sexta-feira (28) para apurar os crimes de coação e ameaça. A suspeita é de que os responsáveis sejam divulgadores da Telexfree que temem perder o dinheiro investido no sistema, considerado uma pirâmide financeira pelo Ministério Público.

A Telexfree, nome fantasia da Ympactus Comercial LTDA, informa usar o marketing multinível para vender pacotes de telefonia por internet (VoIP, na sigla em inglês). Os divulgadores ganham dinheiro não só com a venda do produto, mas também por indicar outros promotores para rede.

O Ministério Público acredita que a maior parte do faturamento vem das taxas de adesão dos divulgadores e não da comercialização dos pacotes de telefonia. Por isso, o sistema seria uma pirâmide financeira.

Do Diário de Pernambuco
type='text/javascript'/>