domingo, 14 de julho de 2013

Estudantes realizam assembleia para discutir implantação da UERN em Apodi


A discussão sobre a implantação do Campus da UERN em Apodi, iniciada na internet através do Facebook, está mexendo com a política do Rio Grande do Norte nos últimos dias. A novidade é que os organizadores estão fazendo diversas reuniões e manifestações pela cidade, no intuito de chamar a atenção para a negociação da implantação do campus.

Na manhã deste domingo (14), estudantes e populares organizaram uma assembleia na Câmara Municipal de Apodi, para resolver de vez o caso do Campus da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte na cidade. Na ocasião estiveram presente diversos nomes da política potiguar, tais como o Deputado Federal João maia (PR), Deputado Estadual Getúlio Rêgo (DEM) e a Secretária da Governadora Rosalba Ciarlini, Shirley Targino. Também estiveram presentes o Prefeito e vereadores de Apodi, assim como de cidades vizinhas.


Para dar início a discussão da mesa redonda, o vereador Laete Oliveira fez um breve discurso onde disse ser uma vergonha Apodi ser cercada de universidades, quando na verdade a primeira cidade a lutar por uma das instituições foi Apodi. Dando continuidade ás palavras de Laete, o vereador Chico de Marinete também mostrou descontentamento no modo em que os estudantes apodienses são tratados quando buscam o ensino superior em outras cidades. “Eu não quero mandar dois filhos meus em uma lata de sardinha até mossoró para poderem cursar o ensino superior”, disse ele.

Representando os estudantes da cidade, o jovem estudante de Direito da UERN de Mossoró, Pedro Vitor, fez questão de falar na falta de atenção que os políticos tem para com o povo de Apodi. O mesmo ainda ironizou uma promessa feita pela Governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, e os Deputados Federais Henrique Alves e Fátima Bezerra. “Há quatro anos eu ouvi da senhora Governadora Rosalba, do Dep. Henrique e da Dep. Fátima Bezerra que a Uern já estava em Apodi. Cadê? O povo de Apodi não quer promessa não, o povo de Apodi quer ação!”.


Aplaudido pelas pessoas ali presente, Pedro Vitor que também é Presidente da Aents, Associação dos estudantes, finalizou suas palavras alegando que para vir algo para Apodi, é necessário a união do povo, pois os maiorais da política não os consideravam como filhos do RN.

O Deputado Getúlio Rêgo fez uso da tribuna do povo e revelou que Apodi será contemplada com o Campus da Uern. De acordo com ele, a Governadora Rosalba Ciarlini já garantiu parte da verba para a construção do mesmo. No entanto, Getúlio ressaltou que uma universidade estadual é pouco para a cidade, e sugeriu a luta por uma universidade federal.

No mesmo pensamento do Deputado Getúlio, João Maia, Deputado Federal Potiguar, sugeriu então que o Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) fosse transformada na tão sonhada universidade, entretanto de cunho federal. “Existe uma emenda de R$ 21 milhões para a construção do campus da UERN em Apodi. Essa emenda existe, falta só botá-la em prática. Sugiro a transformação do IFRN em uma universidade federal”

Com casa cheia, a assembleia seguia debatendo a implantação do tão sonhado campus da universidade estadual. Alguns estudantes faziam o uso de cartazes e palavras de ordens, onde ficava evidente o descontentamento dos jovens com a atuação dos políticos na Câmaras Estadual e Federal.

O Prefeito de Felipe Guerra, Haroldo, demonstrou apoio a causa quando disse que irá participar ativamente dessa luta, cobrando ações dos gestores estaduais e federais.


Para finalizar a assembleia, o Prefeito de Apodi Flaviano Monteiro, falou que essa luta é de todos, e que não irá se cansar até obter uma resposta definitiva dos sobre a construção do campus. O prefeito também alertou para a criação de um projeto que visa a transformação do campus do IFRN em Apodi na Universidade Federal da Chapada do Apodi (UFCA).


Finalizando sua palavra, Flaviano Monteiro deu como finalizado a assembleia, entretanto, estudantes pediam vez e voz para o uso da palavra na tribuna, e assim se fez. O Jovem Victor Hiago, estudante do IFRN externou a indignação para com os políticos do estado. Alertando para as eleições vindouras, Victor Hiago falou que sem a implantação do tão sonhado campus, os políticos não teriam vez na cidade.


Dessa forma, foi decretado o fim da assembleia que discutia a chegada da UERN em Apodi. Para os estudantes que compõe o grupo denominado “UERN em Apodi” essa luta está longe de acabar. A mesma só terá fim com a realização do que foi proposto a muito tempo atrás e que estava até o momento, dando-se como esquecido.


Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>