segunda-feira, 8 de julho de 2013

Sem lideranças em nível de Estado, Apodi não atrai desenvolvimento


A população de Apodi sentiu mais uma vez o golpe da ausência de liderança política. A falta de recursos para a construção de um campus da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) na cidade fez eclodir um pequeno manifesto nas redes sociais, intitulado de “Eu quero a UERN em Apodi”, basicamente organizado pelos liderados do prefeito Flaviano Monteiro (PC do B). No mesmo sentido, os oposicionistas contra-atacam cobrando do comunista uma resposta a suas promessas.

Flaviano não tem culpa de o governo federal não liberar os recursos. Dos R$ 20 milhões de uma emenda do deputado Fábio Faria (PSD), apenas R$ 1 milhão foi empenhado pelo Ministério da Educação, valor insuficiente até para o início da obra, mesmo a Prefeitura garantindo o terreno.

Alguns aliados do prefeito estão reclamando que se o campus da UERN não sair, “Apodi não votará em ninguém nas eleições de 2014”. Mas essa estratégia já foi muito usada pelos apodienses, inclusive pelo professor Flaviano no tempo em que ele era diretor de um movimento chamado Fórum de Entidades e não deu nenhum resultado. Isso por dois motivos óbvios: primeiro porque o povo vota de qualquer maneira, segundo porque, embora Apodi tenha um eleitorado de 22 mil pessoas, em um raio de 2,3 milhões de eleitores do Rio Grande do Norte, essa é apenas uma fração.

Para muitos, o que está faltando é liderança política. Ao contrário de Pau dos Ferros, Assú e Caicó, municípios do mesmo porte de Apodi, a cidade não dispõe de lideranças com influências em nível de estado. Restrito A sua própria política, a pequena cidade oestana sofre com a ausência de desenvolvimento e as provas são muitas. Só para citar algumas, além de não conseguir um campus da UERN, Apodi já foi protelada quatro vezes (Pau dos Ferros, Angicos, Caraúbas e Assú) na luta pela implantação de uma instituição de ensino superior, neste caso, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

Fonte: Jornal De Fato
type='text/javascript'/>