terça-feira, 13 de agosto de 2013

Na queda de braço entre governo e sindicato quem perde são os alunos


A greve dos professores no nosso estado parecem novelas mexicanas do SBT, vivem sendo reprisadas, parece que já assistimos essa cena, governo contra sindicato, o governo acusa que a greve é irregular, e politiqueira, além de não ter fundamentos, o sindicato alega o mesmo, condições de trabalhos, salários, e agora tem uma nova pedem reforma nas escolas.

Só esquecem do principal objetivo a aprendizagem do aluno, que diga-se de passagem está péssima, temos que analisar os dois lados, vi a entrevista da secretária Betânia Ramalho nesta terça (13) no Bom Dia RN, achei muito positiva, e se realmente analisarmos o governo ja fez muito pela educação, não ressalvo somente a governadora Rosalba, mais também o governo federal que passou a ver melhor a educação, já tivemos avanços, como disse a secretária em 2010 o contra cheque de um professor em início de carreira era 930,00 R$, hoje é de foram reformadas mais de 200 escolas, temos um exemplo em Apodi a escola Zenilda Gama, que conta com uma ótima estrutura, entre outros pontos negativos, temos a escola Gerson Lopes caindo os pedaços, entre tantas outras no estado, o salário do professor ainda é baixo em relação outras categorias, mais essa é a realidade brasileira, que está sendo mudada com o tempo.

Não quero aqui atacar sindicato, nem governo, quero apenas pedir uma solução, sei como é difícil enfrentar uma greve ja fui aluno de escola estadual e sei que o nível de aprendizado em uma greve é péssimo, as aulas repostam não tem nível de aprendizagem, assim como vários estudantes, e mães de família só quero que isso se resolva, que o governo entenda o sindicato, e que o sindicato pare de só bater, e mostre soluções, não pense somente na classe trabalhadora, mais também na classe estudantil.

SÓ ESPERAMOS QUE UM DIA POSSAMOS TER UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE.


Coluna "Nos bastidores da política"
Com Emerson Medeiros
Portal SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>