quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Pai de vereador é executado em via pública por desafeto na cidade de Apodi


Um crime de homicídio nesta noite de quinta-feira (26/09) abalou a pacata cidade de Apodi, localizada no oeste potiguar. Um popular foi vítima de vários disparos nas proximidades do Bar Leão.

De acordo com as informações, Raimundo Nonato de Carlos, aproximadamente 60 anos, pai do legislador Júnior Carlos (PSB), foi alvejado por vários disparos de arma de fogo na Rua Antônio Lopes Filho, zona urbana de Apodi, em frente ao seu estabelecimento comercial.

Foto: Sd. Marcos Gil / Reprodução 

Um elemento não identificado compareceu em uma motocicleta no estabelecimento de Raimundo, de imediato, efetuou vários disparos contra o mesmo, na qual três o atingiram. A vítima foi socorrida pelo próprio filho ao Hospital Regional Hélio Morais Marinho, no entanto, faleceu ao dar entrada naquela unidade hospitalar.

Segundo populares, o motivo do crime teria sido por vingança, uma rixa entre famílias, que teria ocasionado um homicídio há anos.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência compareceu ao HRHMM para constatar o óbito. Após o crime, a polícia militar efetivou diligências pela região no intuito de capturar o atirador, porém, não foi obtido êxito.


Samuel Williams / Josemário Alves - Redação do Portal SOS Notícias do RN

Um comentário:

  1. Ps:
    solicito corrigir comentário anterior

    Amigo blogueiro!
    Informo que não existia esta rixa entre famílias," uma rixa entre famílias, que teria ocasionado um homicídio há anos", pois a família Caetano passou sim, por essa mesma dor que a família Carlos está passando, mas NÂO acreditamos que um erro justifique outro.
    Como aconteceu com o membro da nossa família que teve sua vida ceifada sem justificativa plausível em um ato individual e impensado em 15 de novembro de 2009, ontem também em um ato imprudente de um adolescente com o coração ferido pela sua perda ágil impensadamente e cometeu um ato injustificado. Dessa forma tornando-se bastante parecido com o assassino de seu pai. Ambos mataram pessoas inocentes e no seu ambiente de trabalho, assim como, ambos constrangeram e prejudicaram suas famílias.
    Sentimos essa perda e sabemos o quanto dói perde um ente querido injustamente, portanto não existe rixa familiar, mas sim, familiares prejudicados por erros individuais de membros de suas famílias..

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Seja consciente em seu comentário, ele será rigorosamente avaliado antes de ser publicado.

Não será permitido palavrões e/ou termos que ofendam pessoas públicas.

Obrigado por visitar o Portal SOS Notícias do RN.

type='text/javascript'/>