quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Suposta fraude na Prefeitura de Apodi será investigada pelo Ministério Público


O Ministério Público Estadual, através do 2º Promotor de Justiça da Comarca de Apodi, vai apurar supostas fraudes, na escolha para o monitor do Programa Brasil Alfabetizado, realizado pela Prefeitura Municipal de Apodi.

O programa Brasil Alfabetizado (BRALF) é uma ação do Governo Federal do Brasil com intuito de alfabetizar jovens a partir dos quinze anos, de maneira descentralizada e utilizando voluntariado por todo o país. As turmas de alfabetização são divididas entre Rurais e Urbanas, tendo número mínimo de alunos em dez e vinte, respectivamente.

O promotor exigiu à Secretaria Municipal de Educação de Apodi, que tem a frente Mara Marlizete, todos os documentos de habilitação dos candidatos aprovados para monitor do Programa Brasil Alfabetizado do sítio Trapiá II, zona rural de Apodi, devendo explicar por qual pretexto o candidato Antonio Marcelo Câmara Santos, não ficou entre os aprovados e suplentes.

Samuel Williams - Redação do Portal SOS Notícias do RN
Com informações: Robson Pires
Foto: Reprodução
type='text/javascript'/>