sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Descaso político prejudica comunidade rural na divisa de Severiano Melo e Apodi

O que fazer quando uma metade pertence a um e a segunda metade a outro? A quem devemos recorrer? Esses são alguns dos questionamentos feitos diariamente pelos moradores do Sítio Floresta, onde os mesmos convivem com um dilema: As terras pertencem  geograficamente, ao município de Apodi, mas o povo escolheu pertencer, politicamente, a Severiano melo. 

(Fotos: Leonardo Bezerra - Edição Gráfica: Josemário Alves)
O Sítio Floresta é uma comunidade carente gerida por uma assossiação denominada de ACOSFA (associação comunitária do sítio floresta e adjacência). A indecisão sobre o comando do corpo social por parte do prefeito de Severiano Melo, Dagoberto Bessa, e do prefeito de Apodi, Flaviano Monteiro, só tem prejudicado ainda mais o sofrido povo que reside no local. Obras básicas que, se executadas, poderiam mudar a vida dos populares, são abandonadas ou, simplesmente, nem iniciadas. 

Em conversa com nossa reportagem, o popular Leonardo Bezerra, explanou uma série de necessidades do Sítio Floresta. A comunidade reconhecida como severianense, não possui benfeitorias realizadas pela atual administração. A recuperação das estradas por completo, reforma de escola municipal, implantação de iluminárias públicas e término da quadra de esportes, são algumas das requisições dos moradores locais. "Somos uma comunidade carente, nosso posto de saúde foi reformada pela associação, o médico só atende uma vez na semana ficando muitas pessoas para serem atendidas, a escola esta toda esburacada. Obras como estas, melhorariam e muito ás nossas vidas", descreveu Leonardo. 

Dagoberto Bessa não tem dado assistência desses serviços básicos, como proferiu em campanha no ano de 2012. O prefeito Flaviano Monteiro também não tem feito diferente, o seu desinteresse pelo local é percebida a distancia. Os residentes do Sítio Floresta clamam por melhorias urgentes, na qual irão melhorar a vida e o convívio de todos. 

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
Foto: Leonardo Bezerra
type='text/javascript'/>