sábado, 30 de novembro de 2013

Arrecadação tributária de Apodi bate recorde em soma de mais de R$ 46 mi

O município de Apodi possui uma alta arrecadação de impostos. Somente neste ano de 2013, o governo municipal já acondicionou em seus cofres um valor milionário superior às gestões anteriores.

Atualmente, os índices apontam um exagero no sistema tributário do município. De janeiro até novembro foi arrecadado um montante de R$ 46,5 milhões, um aumento significativo de 8,6% dos impostos, comparados ao mesmo período do ano passado.

O valor, equivalente a 68,5 mil salários mínimos, é suficiente para realização de obras importantes que melhorariam a vida de todos os apodienses. Pressupostamente daria para construir mais de 161 postos de saúde equipados ou 40 quilômetros de estrada asfaltada.

Até o fim de 2013, o valor tributário total deverá elevar-se demasiadamente. O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que sempre é cobrado nos últimos meses do ano, sofreu um reajuste que chega a 50% em algumas residências. 

Os altos tributos recolhidos dariam para fazer de Apodi uma das cidades mais belas e bem organizadas da região. Com aproximadamente 40 mil habitantes, Apodi é a segunda cidade que mais cobra impostos no Alto Oeste.

Uma alta cobrança tributária gera melhorias e desenvolvimento para a região ou município, todavia, Apodi encontra-se distante dessa possibilidade. O município vive uma crise financeira já decretada pelo prefeito Flaviano através do movimento SOS Municípios.

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>