quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Crise moral derruba três secretários da atual administração de Felipe Guerra

Ao completar dez meses de administração, o prefeito de Felipe Guerra, Haroldo Ferreira começa a viver uma crise sem precedentes muito antes de completar um ano a frente da Prefeitura Municipal de Felipe Guerra com as demissões dos secretários municipais da Assistência Social, professora Leodete Pascoal, de Turismo e Eventos, cientista social Aiziane Leite e de Infraestrutura e Obras, professor Céliton de Brito, sendo este último sobrinho do prefeito Haroldo Ferreira.

A crise moral começou via bastidores em meados já do fim do primeiro semestre para o início do segundo semestre deste ano num efeito bola de neve.

Ex-secretários Leodete Pascoal, Aiziane Leite e Céliton de Brito 

Até em certo momento os secretários demitidos juntamente com outros tentaram marcar uma reunião para mostrar a realidade das devidas secretarias e das intromissões por parte da esposa do prefeito Haroldo Ferreira. Ele nunca quis conversar com o grupo de secretários insatisfeitos diante dos problemas e da falta de atenção da parte do prefeito, vindo a comprometer a governabilidade, mas sem sucessos, pois o que temiam era o efeito dominó que veio à tona e poderá atingir mais secretários pedindo demissão para fugir da crise moral.

Primeiro foi a Secretária Municipal de Assistência Social, professora Leodete Pascoal que entregou a secretaria por causa de intromissões de Josefa Girlene Ferreira, esposa do prefeito Haroldo Ferreira.

Como não se bastasse na última semana, o prefeito Haroldo Ferreira em uma longa conversa com a Secretária Municipal de Turismo e Eventos, Aiziane Leite contou os reais motivos porque ela estava deixando a pasta e como não existia surpresa os motivos foram de ordens e intromissões da esposa dele.

As duas primeiras demissões, segundo fontes,as secretárias municipais Leodete Pascoal e Aiziane Leite não faziam parte das pessoas do agrado da esposa do prefeito Haroldo Ferreira, preferindo pessoas fazendo o serviço de servilismo para ela e cuja regras as pessoas tem que obedecer ao que ela determina como assim aconteceu com a última demissão do Secretário Municipal de Infraestrutura e Obras, Céliton de Brito, causando um grande mal estar em toda sua administração.

“O objetivo maior de Girlene é demitir a maioria dos secretários que não estejam de acordo com as obediências e exigências dela”, disse uma autoridade constituída que preferiu não ser identificado.

Durante as comemorações dos 50 anos de emancipação política de Felipe Guerra no Bairro Cidade Baixa, na terça-feira dia 17 de Setembro de 2013 no decorrer do show com as bandas Forró dos 3,Forró Ferruado e finalizando a noite, o cantor André Luví,chegou anunciar o recado mandado pela esposa do prefeito Haroldo Ferreira, afirmando “A primeira-dama Drª Girlene Ferreira mandou avisar aqui que o prefeito é Haroldo Ferreira, mas quem manda aqui é ela”,o recado dado pelo cantor suou nos quatro cantos da cidade de Felipe Guerra e causando constrangimento para o próprio Haroldo Ferreira que não gostou nenhum pouco do que tinha ouvido.

Josefa Girlene tem causado grandes 
estragos ao esposo-prefeito Haroldo Ferreira

Além desse constrangimento que não foi o primeiro, a esposa de Haroldo Ferreira que também é secretária de saúde já chegou a fazer constrangimentos com funcionários públicos municipais da saúde, em reunião realizada dias antes do desfile comemorativo de 50 anos de emancipação política de Felipe Guerra, avisando aos funcionários que quem não comparecesse ao desfile iria descontar no salário dos funcionários.

Com sua forma arcaica de fazer política, perseguidora e de um total autoritarismo, prepotência, arrogância, Josefa Girlene ao chegar à cidade de Felipe Guerra mostrava-se em sua face coberta de máscaras de uma pessoa “boa”, o que em curto espaço de tempo suas máscaras caiu perante a população de Felipe Guerra de uma pessoa amarga, insegura, insensível, insensata, insuportável, problemática e causadora dos maiores desafetos políticos e administrativos da administração do seu esposo prefeito Haroldo Ferreira.

Em reunião realizada no primeiro trimestre deste ano, no gabinete da prefeitura municipal de Felipe Guerra, entre secretários e equipe administrativa para tratar de inaugurações de obras e programação do aniversário de Haroldo Ferreira, Josefa Girlene chegou a afirmar em conversa ao telefone e na presença de todos que era “Prefeita interina” e o seu esposo Haroldo Ferreira tomou conhecimento do anúncio e da atitude de insensatez causado pela sua esposa.

Provando que tem decisões fortes e influências o bastante na administração "Construindo e Inovando", Josefa Girlene já deixou bem claro para todos que convivem na esfera da Prefeitura Municipal de Felipe Guerra que o prefeito de direito é Haroldo Ferreira, mas de fato quem manda e toma as decisões é ela, tornando-se a pessoa mais "poderosa" e imponente do governo "Construindo e Inovando", sem limites quando contrariada diante do poder que ela tem exercido sobre o esposo-prefeito Haroldo Ferreira.

Batizada de administração “Construindo e Inovando”, o próprio prefeito Haroldo Ferreira têm sentido e é conhecedor dos efeitos negativos das intromissões de sua esposa, causando sérios problemas com maioria absoluta de seus secretários, além de criar inúmeros problemas políticos e administrativos.

Devido à crise moral instalada no governo municipal, depois das três demissões e após ser criado o Conselho Municipal de Turismo há meses que não foi feito as nomeações dos membros, como também a cidade de Felipe Guerra poderá não ter seu réveillon 2014,além de poder entrar um novo ano sem as nomeações dos "novos" secretários municipais de Turismo e Eventos e Infraestrutura e Obras.

Informações e fotos: Blog do Salomão Medeiros
type='text/javascript'/>