terça-feira, 19 de novembro de 2013

Homem revoltado atea fogo na Secretaria de Saúde da cidade de Apodi



Na manhã desta terça-feira (19/11), uma ação ousada surpreendeu a população de Apodi, região Oeste potiguar. Um homem identificado como Gilson Lima Meneses, 47 anos, natural de Apodi, compareceu a Secretaria de Saúde do município, localizada na Rua Coronel Lucas Pinto, Bairro Betel, e “simplesmente” ateou fogo contra a própria.


Segundo populares, o causador do ato estava revoltado com o atendimento oferecido pela secretaria. O órgão deveria estar fornecendo os medicamentos para seu tratamento psiquiátrico, mas paralisou a entrega a algum tempo atrás. Após atear fogo na estrutura, o homem escorregou quando estava de saída da secretaria e acabou sendo parcialmente queimado.

O incêndio destruiu documentos e aparelhos eletrônicos, no entanto, não causou nenhum dano a estrutura física. O indivíduo já se encontra preso. O fogo já foi contido.



Acusado - Foto: Reprodução/Redes Sociais
A polícia realizou diligências e localizou Gilson em sua residência, ao ser indagado pelos policiais,  o mesmo alegou ter problemas psiquiátricos. Gilson foi atendido pelo Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado para o Hospital Regional Hélio Morais Marinho com queimaduras de 3º grau. Funcionários e pessoas que se encontravam na Secretaria não sofreram qualquer ferimento.

Samuel Williams - Redação do Portal SOS Notícias do RN
Fotos: Jair Gomes

7 comentários:

  1. Que absurdo, isso é revoltados do contra para um bom Apodi

    ResponderExcluir
  2. O maior culpado disso é o prefeito Flaviano, por botar um bando de incompetentes para assumir a secretária de saúde

    ResponderExcluir
  3. Você que postou ai q foi um revoltado, já vi que não precisa dos serviços prestados pela secretaria de saúde da nossa cidade. É revoltante o atendimento, a gente vai atrás de marcar um exame dá de cara com uma fulaninha que atende a população com má vontade, secretaria de saúde atendimento ZEROO, falo isso por ter votado no prefeito Flaviano, precisa mudar não era isso que ele falava, MUDANÇA, prefeito estou esperando até agora vi mudar pra PIOR infelizmente.

    ResponderExcluir
  4. Vocês estão reclamando de barriga cheia, em questão de saúde Apodi está mais para frente do que nunca, nos tempos atrás de Gorete quando eu precisei de qualquer coisa tinha que esperar tempos e tempos, com Flaviano fiz uma endoscopia na mesma semana que marquei e fui super bem atendido, se vocês querem atendimento prioritário vá para a particular, que mesmo assim ainda vai pegar uma fila enorme!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo:

    vcs estavam acostumados com um gonverno de roubo,que pagavam ate a feira dos funcionarios dos cargos comissionarios,nunca tiveram uma saude boa na cidade , nunca tiveram medicos, nunca tiveram educação,ate um colegio a ex prefeita Gorete deixou documentado que estava construido na zona rural do sitio melâncias, so no docuemnto mesmo pq esse colegio não existe, fora muitas outras coisas feitas no gonverno dela, que se eu for digitar aqui vou passar um ano,ai agora com um gonverno de 11 meese querem perfeição, ele pegou a cidade destruida em tudo e vcs querem que de uma hora pra outra ele concerte tudo,vão procurar o que fazer desoculpados, ao invés de de ficar falando de quem ta trabalhando pela cidade, vcs gostam de quem roubam e isso Flaviano o nosso Prefeito não faz.bjs pra cvs.

    ResponderExcluir
  6. vc e um babo dele claudinei pra disse isso pq eu ainda n vi nd mudar p melhor so p pior e outra graca a deus q eu nao precisei d sec. d saude e esse povim q ele colocou p atende a populacao sao pessoa mal qualificada principalmente essa keliane

    ResponderExcluir
  7. o prefeito ja feis coisa q os outroa prefeito n fizerao eu votei nele e voto di nono. pessoas reclama mais e do di cutuveloooo

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Seja consciente em seu comentário, ele será rigorosamente avaliado antes de ser publicado.

Não será permitido palavrões e/ou termos que ofendam pessoas públicas.

Obrigado por visitar o Portal SOS Notícias do RN.

type='text/javascript'/>