sábado, 9 de novembro de 2013

Lagoa do Apodi sucumbi aos efeitos da seca e mantém-se em nível crítico


Com a dura e intensa estiagem que assola o semi-árido potiguar, A Lagoa do Apodi sofre com os efeitos que corroboram para o declínio aquífero do manancial apodiense. Nos últimos meses, a Lagoa vem perdendo volume com constância, estima-se que a própria já perdeu cerca de 60% de seu império aquoso.

No ano de 1993, a Lagoa do Apodi sucumbiu à estiagem, chegando ao alarmante nível de 0% de água. Para a solução do problema, seria necessário o reparo da Barragem do Poço Vermelho, que fora destruída no inverno do ano de 2008 devido às forças naturais.


O Portal SOS Notícias do RN visitou a Lagoa e conversou com moradores a respeito do assunto, os populares alegaram que para o preenchimento do manancial apodiense seria preciso um longo período de chuva. "Para encher a Lagoa, seria preciso seis meses de chuva", ponderaram em tom irônico.


Com o baixo nível fluvial da Lagoa, os setores comerciais e rurais de Apodi e região serão drasticamente afetados, trazendo prejuízo para a população. Com cada vez menos água, os peixes morrem em consequência da falta de oxigenação.

Samuel Williams - Redação do Portal SOS Notícias do RN
Josemário Alves - Fotojornalista do Portal SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>