sexta-feira, 29 de novembro de 2013

PMDB revela que candidatura própria á governo do estado é irreversível

O presidente da Câmara dos Deputados e do diretório regional do PMDB-RN, Henrique Eduardo Alves, convocou a militância jovem do partido para reforçar a decisão do PMDB-RN de disputar a eleição para governador, no próximo ano, com candidato próprio. “O PMDB já decidiu: a candidatura própria é irreversível. O campo está aberto; o terreno está fértil. Saiam às ruas aplainando o caminho”, reafirmou o presidente do PMDB-RN, hoje.

O deputado ressaltou que ninguém ganha eleição sozinho e que, após eleito, o partido majoritário precisa de apoio de outros partidos para governar. Ele descartou o radicalismo e a intolerância nas negociações com as demais legendas. “O PMDB já foi vítima dessa política radical”, lembrou.

O encontro da Juventude do PMDB foi na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e reuniu lideranças do partido de todo o estado, entre elas, o ministro Garibaldi Filho, da Previdência Social. Além do presidente da Câmara, também compareceram ao encontro os deputados da bancada estadual do PMDB: Walter Alves, Hermano Moraes, Gustavo Fernandes e Nélter Queiroz. “Já somos o maior partido do estado. Temos 55 prefeitos, 350 vereadores, vários deputados aqui representados e faremos o futuro governador do Rio Grande do Norte”.

Quanto a definição do nome do candidato, Henrique Alves afirmou que as pesquisas atuais indicam que 78% dos potiguares ainda não tem ideia em quem vão votar. “A preocupação imediata da população é com a saúde, a educação, a segurança, o trânsito e o lazer. Não se preocupem com pesquisas nem percam seu tempo”, afirmou, lembrando que as negociações vão levar a escolha do candidato no tempo certo. 

Informações: Assessoria Henrique Alves
type='text/javascript'/>