sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Servidores de Casa de saúde de Mossoró entram em greve por falta de pagamento

Os servidores da Casa de Saúde Dix-Sept Rosado iniciaram greve nesta sexta-feira (29) em Mossoró. Eles reivindicam dois meses de salários atrasados e uma parcela do 13º salário. Por isso, cruzaram os braços e se reuniram em um corredor a espera de uma resposta da diretoria.

“Não aguentamos mais essa situação. A diretoria fala que vai resolver e não resolve. Estamos de braços cruzados esperando uma resposta. Queremos o salário do mês de outubro, a parcela do 13º que vence amanhã (sábado, 30) e o salário de novembro, que vence amanhã”, declarou o diretor do Sindsaúde, Luiz Avelino.

A maior parte dos funcionários que iniciou a greve nesta sexta-feira (29) trabalha no setor de pré-parto. Além disso, os obstetras também pararam, por falta de pediatras. Com essa paralisação, 13 cirurgias foram canceladas.

“Infelizmente quem paga é o paciente, que fica sem o atendimento, mas a greve é um direito legal que nós temos. É uma forma de mostrar a nossa insatisfação e reinvidicar nossos direitos”, enfatizou o diretor do sindicato.

A servidora Alvanir de Sousa afirma que está sofrendo dificuldades financeiras e espera por uma resposta da diretoria. “A gente está esperando uma resposta. A diretoria sempre coloca a culpa no repasse da Prefeitura, mas sabemos que a Prefeitura já fez o repasse e o dinheiro não chegou em nossas mãos”, reclamou Alvanir, que trabalha como ASG.

O diretor da CSDR, André Neo, disse que a instituição enfrenta dificuldades para pagar os servidores no final do ano do mesmo jeito que outras instituições públicas, privadas e filantrópicas enfrentam. "Estamos com um planejamento para resolver esta situação em definitivo, que requer um pouco de tempo, mas alguns dos servidores e inclusive médicos, não estão compreendendo", diz André Neo, garantindo que o salário será pago assim como também o décimo terceiro.

Informações: De Fato
Foto: Gildo Bento - De Fato
type='text/javascript'/>