terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Apodi encerra 2013 com 13 homicídios registrados pela Polícia Militar


A violência desenfreada que devasta a tranquilidade da sociedade tomou proporções altas neste ano na cidade de Apodi, região Oeste Potiguar.

Em Apodi, 13 homicídios foram registrados ao longo do ano de 2013. Drogas, problemas amorosos e acerto de contas foram estopins que desencadearam a criminalidade na pacata cidade.

Município de grande importância para o estado, devido a sua riqueza em recursos naturais, Apodi nunca foi tão violenta. Além do alto número de homicídios em comparação aos anos anteriores, a cidade ainda foi palco de uma ação ousada, na qual, resultou na total destruição da agência do Banco do Brasil da cidade. Estima-se que a quadrilha levou consigo cerca de 10 milhões de reais.



Suicídios e tentativas de suicídios foram vistos com assiduidades. O Soldado Marcos Gil, do 2º Batalhão de Polícia Militar, falou ao Portal SOS Notícias do RN sobre os ocorridos de Apodi.

 “Os últimos homicídios na cidade estão ocorrendo principalmente por motivos ligados às drogas, seja por dividas, ou por dinheiro do trafico que financia as mortes; e sobre as investigações, mesmo com a falta de estrutura e agentes, o Delegado Renato Oliveira com a ajuda da população tem sempre identificado os autores, e quando estes são encomendados, os possíveis mandantes são detidos.”, explanou o Sd.

Sobre o ano de 2013 ter sido um dos mais violentos da história apodiense, o Sd. Disse: “Não sei em números, mas em fato a população viveu momentos de terror, como foi no caso da explosão do Banco do Brasil, e com os últimos acontecimentos, para os cidadãos de bem, fica cada vez mais evidente que a vida humana a cada dia vale menos.”

Samuel Williams - Redação do Portal SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>