quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Cadela é morta a tiros em meio de rua e causa revolta no interior do RN


Um ato de crueldade revoltou moradores de Nísia Floresta, município da Grande Natal. Um homem efetuou disparos contra uma cadela no final da tarde desta quarta-feira (04/11). A delegacia de polícia foi informada que o autor dos disparos era um Policial que no momento da ação estava fardado.

O animal morava na rua e era alimentado por comerciantes locais. De acordo com testemunhas, o Policial teria atirado contra a cadela após ela ter latido para ele, o animal morreu no local. Diversas pessoas presenciaram o fato, entretanto ninguém havia procurado a DP para a realização da denúncia. Durante o período noturno, um senhor disse a Policiais Civis que sabia quem era o autor. O próprio foi orientado pela polícia a procurar a corregedoria da PM.


Com a abertura do processo, a delegacia poderá investigar o caso. O fato gerou revolta por parte dos populares. 

 O Artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais, de 1998, prevê detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar" qualquer tipo de animal. Se houver a morte do bichinho, a pena aumenta até um terço. Quem praticar "experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos" também pode sofrer a mesma condenação.

Samuel Williams - Redação do Portal SOS Notícias do RN
Com informações e fotos: G1 RN
type='text/javascript'/>