domingo, 19 de janeiro de 2014

Falta de investimento na segurança permite aumento de crimes em Mossoró

O índice de violência na cidade de Mossoró não para de crescer. Os crimes violentos são constantes, e revelam a precariedade no setor de segurança de todo o Rio Grande do Norte. Resultado da falta de aplicação de recursos públicos por parte da gestão estadual.

Em consequência, a população anda amedrontada pela insegurança, vivenciando na prática as mais diversas formas de violência, como é o caso de Mossoró, onde a média de crimes de homicídios já atinge a taxa de uma morte a cada dois dias.

A oitava morte violenta no município foi registrada pela polícia na noite do sábado passado (18/01), onde a vítima José de Anchieta da Silva, também conhecido como "chocolate", de 34 anos, foi morto com um tiro no pescoço.
(Foto: O Câmera)
A Polícia Militar não sabe informar como o crime ocorreu, nem o motivo, mas comunicou que o "chocolate" já tinha passagem pela justiça.

O ano de 2013 foi considerado como o mais violento da história. Somente em Mossoró, foi registrado uma média exorbitante, na qual bateu todos os recordes. Em 2014, a capital do sol segue trilhando o mesmo caminho, porém, mais voraz, rumo a um novo e trágico recorde que ninguém gostaria de bater.

Josemário Alves - Redação do SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>