quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Indicativo de greve para março é aprovado por unanimidade na UFERSA

Os servidores da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) aprovaram na manhã desta quarta-feira (29/01), em assembleia geral, o indicativo de greve para março deste ano.

A principal reivindicação da categoria é o cumprimento do acordo estabelecido pela presidente Dilma Rousseff durante a greve de 2012, onde permite a ascensão interna dos servidores que possuem graduação e pós-graduação, além da redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais.
De acordo com o coordenador estadual do Sintest/RN, José Rebouças, a avaliação do indicativo será nos dias 8 e 9 de fevereiro em assembleia nacional. Se referendada, a greve terá início na segunda quinzena de março e término em data indeterminada.

Ainda segundo Rebouças, a paralisação de partes dos serviços exercidos pelos técnicos administrativos afetará diretamente ás aulas da instituição, através das três esferas, Ensino, Pesquisa e Extensão. Indagado sobre a probabilidade de a greve ser validada, o coordenador respondeu que as chances são de 99%.
Além da UFERSA, outra universidade do estado, a UFRN, poderá aderir ao movimento grevista. A assembleia da instituição acontecerá nesta quinta-feira (30).

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>