quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

TRE decide pela cassação de Rosalba e Cláudia, e determina novas eleições

O Rio Grande do Norte está mais uma vez sem comandante político. O motivo foi a segunda cassação da governadora Rosalba Ciarlini pelo Tribunal Regional Eleitoral, que a afastou do cargo por tempo indeterminado.

A decisão do TRE veio na tarde desta quinta-feira (23/01), após analisar o suposto abuso de poder econômico durante a campanha política de Mossoró. Segundo o acórdão publicado, a cassação do diploma da governadora ocorreu devido a assinatura de uma obra que beneficiaria uma comunidade rural de Mossoró durante a campanha da, também cassada, Claudia regina.

A corte decidiu, por 4 votos a 1, o afastamento de Rosalba Ciarlini, e determinou a posse do vice-governador, Robinson Faria, dentro de 24 horas.

De acordo com a assessoria jurídica da governadora cassada, a mesma irá recorrer das decisões junto ao TSE, Tribunal Superior Eleitoral.

Ainda durante esta quinta-feira. o TRE decidiu pela 12ª cassação da ex-prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, e determinou novas eleições para o município.

[...] por fim, seja comunicada a decisão deste Tribunal ao juízo da 33ª Zona Eleitoral e à Câmara de Vereadores do Município de Mossoró para dar posse interinamente ao Presidente daquela Casa Legislativa no cargo de prefeito até que se ultimem os procedimentos para realização de novas eleições no Município de Mossoró/RN [...], diz trecho retirado do acórdão.

Cláudia Regina está afastada da Prefeitura de Mossoró desde o dia 05 de dezembro, quando o TRE determinou a cassação e o afastamento imediato da prefeita e do seu vice.  Desde então, o governo municipal está a cargo do presidente da câmara, Francisco José Júnior, que segue como prefeito interino até que haja novas eleições.

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
type='text/javascript'/>