sábado, 15 de fevereiro de 2014

Justiça interdita estádio mossoroense por não cumprir medidas de segurança

O estádio Nogueirão foi interditado no início da noite desta sexta-feira (14/02). O comandante do Corpo de Bombeiros de Mossoró, Major Frankilin Araújo, foi o responsável por comunicar a interdição, cumprindo ordem do promotor de justiça José Augusto Peres, responsável pelo diretor do consumidor e do Estatuto do Torcedor no Estado.

A interdição, segundo alega o Major, se deve a medidas não cumpridas desde o ano de 2010, quando foi realizada uma interdição e diversos pontos de segurança e combate ao incêndio foram elencados, porém, não cumpridos.

O comunicado foi dado às vésperas do jogo entre Baraúnas e ABC, que estava agendado para o próximo domingo (16/02), às 17h, no estádio Nogueirão, mas até o momento a diretoria do Baraúnas não sabe se o jogo será adiado ou se terá que marcar para outro local.

Aos choros, Presidente da LDM afirma: “Futebol de Mossoró acabou hoje”

O presidente da Liga Desportiva Mossoroense Francisco Braz não aguentou a emoção de comunicar a interdição do Nogueirão e foi ás lágrimas, lamentando: “O futebol de Mossoró acabou hoje”, resumiu.

Confesso apaixonado pelo estádio e contra a permuta do Nogueirão, ele acredita que não existe mais qualquer possibilidade de haver jogos no estádio. “Dessa vez, observamos que é o fim. Pedimos um prazo de 30 dias, para se estudar, mas está vetado agora até para treinos”, disse Braz.

Desde 2011 que o Governo do Estado divulga uma reforma completa do estádio em um investimento de, aproximadamente, R$ 4 milhões. Mas, passado quase três anos e no fim do seu mandato, Rosalba nada tem feito para garantir o prometido.

Relembre AQUI a promessa

Agora, as equipes que fazem uso do Nogueirão como suas casas em jogos oficiais, terão que procurar outros locais para realizarem os jogos.

Informações: De fato/SOS Notícias do RN
Foto: Pádua Jr
type='text/javascript'/>