terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Prefeito de Extremoz tem mandato cassado por suspeita de compra de votos

A Justiça Eleitoral condenou o prefeito e vice-prefeito do município de Extremoz, na região metropolitana de Natal, por improbidade administrativa e perda dos direitos políticos por oito anos.

A decisão foi do Juiz substituto da 6ª Zona Eleitoral, José Dantas de Lira, que cassou o mandato de Klauss Francisco Torquato Rego (PMDB) e Edilson Nascimento por suspeita de compra de votos nas eleições de 2012. A decisão foi devido ao reconhecimento de que os mesmos foram beneficiados pela prática de captação ilícita de sufrágio, abuso do poder político e conduta vedada.

A substituição foi designada, pelo Juiz, ao segundo colocado nas eleições passadas, visto o candidato cassado ter sido eleito com menos de 50% dos votos válidos.


A gestão municipal ficará a cargo de Enilton Batista Trindade (PR) e sua vice, Kiara de Araújo.

A assessoria jurídica do ex-prefeito Klauss Rego vai recorrer da decisão.

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
Com informações: G1 RN
type='text/javascript'/>