segunda-feira, 31 de março de 2014

Em domingo violento, PM registra três homicídios em menos de 12 horas em Mossoró

Foto: O Câmera
A Central de Operações da Polícia Militar registrou três crimes de homicídio por arma fogo somente neste domingo (30/03) na cidade de Mossoró. Os registros correspondente às mortes violentas de número 43, 44 e 45 no município ocorreram em menos de 12 horas.

Matheus da Silva Melo, de 19 anos, foi morto com vários tiros durante a tarde no bairro Belo Horizonte. Populares informaram à polícia que o jovem estava em um calçada quando foi surpreendido por elementos armados que dispararam várias vezes contra ele.
40homicidiomroqwert
Foto: O Câmera 2
O SAMU foi acionado, mas ao chegar no local, a vítima já se encontrava sem vida.

Durante a noite, um homem foi executado no Conjunto Santa Delmira, zona periférica de Mossoró. Trata-se do popular conhecido como “Miguelzinho da Peixada”. De acordo com informações, a vítima estava sentada em uma cadeira próxima ao viaduto localizado naquele bairro, quando foi alvejado por projéteis de arma de fogo disparado por vários elementos que se aproximaram em um veículo.
Foto: O Câmera
Sem tempo de defesa, “Miguelzinho da Peixada” morreu no local. Os criminosos fugiram sem serem identificados.

Minutos depois, João Paulo Batista Ferreira, de 20 anos, foi assassinado com cerca de 15 tiros dentro do seu próprio quarto, onde tentou se esconder. O crime também foi registrado no Conjunto Santa Delmira.
Foto: Cedida por populares
De acordo com a PM, os homicidas usavam coletes a prova de bala.

Ainda na mesma noite, a Polícia Militar atendeu a uma ocorrência de tentativa de homicídio. O crime aconteceu em um bar no Conjunto Integração, próximo ao Santa Delmira.

A vítima identificada apenas como Fábio foi alvejada por um disparo no braço, e foi socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró.
Foto: Polícia 24 Horas
O seu estado de saúde é estável.

Em ambos os crimes de homicídio, o corpo foi removido pelo ITEP até a sua sede, onde será realizado os procedimentos de perícia e necropsia.

A Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM) de Mossoró, que tem a frente o Dr. Cleiton Pinho, será a responsável pelas investigações.

Josemário  Alves - Redação SOS Notícias do RN
Com informações: Passando na Hora/O Câmera/O Câmera 2/Cezar Alves
type='text/javascript'/>