sexta-feira, 7 de março de 2014

Mais de 25 mil profissionais da educação estão com serviços paralisados no RN

A greve dos professores da rede estadual de ensino chegou a 36 dias nesta sexta-feira (07/03). Cerca de 25 mil profissionais da educação, dos mais de 28 mil existentes, estão com serviços paralisados sem previsão para o retorno.

A greve foi deflagrada no final de janeiro e atinge 90% dos educadores, segundo o sindicato da categoria.

Visando pressionar os grevistas, a secretaria estadual de educação cortou o ponto de 787 professores que aderiram ao movimento. De acordo com a secretaria, o órgão foi orientado pela procuradoria e controladoria geral do estado, e se baseou em decisões judiciais anteriores para tomar essa decisão.

Em resposta, o Sinte/RN já entrou com um mandato de segurança contra a decisão do governo. "Nós estamos entrando com um mandato de segurança para fazer o governo ressarcir essa arbitrariedade com os profissionais de educação", comunicou José Teixeira, coordenador do sindicato.

Os professores entraram em greve com a alegação de que acordos firmados no ano passado com o governo do estado, ainda não foram cumpridos. Segundo o Sinte/RN, as aulas vão continuar suspensas até que todas as reivindicações sejam encaminhadas para a Assembleia Legislativa.

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
Foto: Arquivo/O Mossoroense
type='text/javascript'/>