quarta-feira, 14 de maio de 2014

Menor apodiense é acusado de apologia ao crime nas redes sociais

Um adolescente de 15 anos está sendo acusado de fazer apologia ao crime através do seu perfil no Facebook. O menor é natural e residente do município de Apodi, região oeste do estado.

De acordo com a Polícia Militar, as fotos e publicações confirmam ás suspeitas. Além de demonstrar apoio ao crime, o jovem ainda insulta autoridades.
Em uma das imagens, o menor comemora a proeza dos bandidos que explodiram a agência do Banco do Brasil da cidade no dia 12 de novembro de 2013, e expõe munições de um fuzil. "Madrugada hoje em Apodi , Foi Daquele Jeito ;) . Terrorist Vencero, uashaue. Só Resenha e Moro Akí do lado Foi terror a madrugada toda kkkkkkkkkkkk ~ç~ç" (SIC).

Segundo o comandante da 2ª Cia de PM de Apodi, capitão Marcos Carvalho, o menor, bem como seus pais, serão ouvidos pela polícia para que seja feito os devidos esclarecimentos. "Marcamos de ouví-lo e também de conversar com os pais dele nesta quinta-feira na Companhia de Polícia de Apodi. Por enquanto, não podemos qualificar que atitude será tomada. Após conversarmos com eles, dependendo do teor, é que saberemos se ele poderá ser encaminhado para a delegacia", diz o capitão.
Ainda nas redes sociais, o adolescente publicou uma frase polêmica sobre crimes contra militares. “Mata a polliça é Noossa Métaa Fala pra Noiz quem é o Poder B│♫ #CMV” (SIC).

O menor é bastante popular nas redes sociais, ultrapassando os 4 mil amigos e 44 mil seguidores.

De acordo com o Código Penal Brasileiro, “fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime" é crime. A pena pode ser de 3 a 6 meses de prisão ou multa pré-estabelecida.

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
Fotos: Redes Sociais
type='text/javascript'/>