sexta-feira, 30 de maio de 2014

Passe Livre para estudantes é aprovado pela Câmara Municipal de Natal

O vereador Júlio Protásio discursa na tribuna - Foto: Elpídio Júnior
Informações: Revista Bzzz

Vereadores presentes no Plenário da Câmara Municipal de Natal aprovaram, por unanimidade, nesta quinta-feira (29/30), o Projeto de Lei do Executivo que propõe transporte público gratuito para os estudantes da rede municipal de ensino, junto a emendas dos vereadores Aquino Neto (PROS) e Amanda Gurgel (PSTU), as outras nove emendas parlamentares ao projeto foram rejeitadas.

Líder do prefeito Carlos Eduardo na casa, o vereador Júlio Protásio (PSB) informou que a prefeitura vai transferir recursos da Educação para o Passe Livre. “O importante é colocar a matéria em prática, depois a gente avança em outras questões. Caso o prefeito não efetive, a sociedade vai cobrar dele e não da Câmara. Foi sobre isso que tentei sensibilizar a oposição desde o início do debate”, explicou.

O vereador Sandro Pimentel (PSOL), que apresentou seis emendas, todas rejeitadas, reclamou que na "verdade é que estamos aqui discutindo migalhas. Elaborei emendas para garantir aos estudantes o Passe Livre todas as vezes que a escola marcar atividades nos finais de semana. Porém, a proposta foi derrubada. A população deve cobrar isso dos vereadores que votaram contra”.

Para Amanda Gurgel, “o projeto não é bom". Observou que as "emendas tinham o objetivo de deixa-lo melhor, todavia, a bancada do governo não reconhece os avanços que a oposição trouxe para esta Casa”.

A vereadora Eleika Bezerra (PSDC) entendeu que se trata "de uma iniciativa importante, que foi exaustivamente discutida. Agora, temos que cobrar sua execução e ver como vai funcionar para, depois, fazer aperfeiçoamentos”.

Durante a sessão desta tarde, também foram aprovadas outras duas matérias. A proposta da prefeitura que concede reajuste sobre o vencimento básico dos engenheiros e arquitetos do quadro de servidores efetivos do município, em segunda discussão; e o projeto de lei proposto pelo vereador Marcos Antônio (PSOL) que regulamenta atividade de bombeiros civis e salva-vidas, em primeira discussão.

Um comentário:

  1. mais uma vez o passe-livre ficara nessa situacao, um impasse a qual vai continuar! Todos os filhos de governadores, vereadores, senadores, prefeitos etc, estudam nas melhores escolas privadas, enquanto o pobre corre risco nas escolas, sem seguranca, ma educacao, falta de professores, ate a merenda da escola é muitas vezes pouca, nao da pra tods os alunos e ruim. sera que é justo? a grandd maioria dos estudantes, eu sou um deles a qual deixava de comer pra pagar a passagem de ida e volta da escola, faltavs muitas vezes por falta do dinheiro. alem de todas as dificuldades que enfrentamos por sermos pobres, ensino de ma qualudade, inseguranca entre outras, temos que deixar de comer para ir a escola, sera que é justo todos os estudantes de todas as regioes passarem por isso? pedimos o que precisamos, mas, nao somos ouvidos! escondem a miseria, a dificuldade do povo, por tras de coisas que nao interessam.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Seja consciente em seu comentário, ele será rigorosamente avaliado antes de ser publicado.

Não será permitido palavrões e/ou termos que ofendam pessoas públicas.

Obrigado por visitar o Portal SOS Notícias do RN.

type='text/javascript'/>