sexta-feira, 13 de junho de 2014

Homicímetro alcança marca de 800 mortes violentas no RN em 2014

Números de mortes caminha para o record (Foto: Arquivo / SOS Notícias do RN)
O Rio Grande do Norte atingiu, nesta quinta-feira (12/06), a marca de 800 mortes violentas nos 163 dias do ano de 2014. A nada agradável conquista foi divulgada pelo especialista em segurança pública, Ivênio Hermes.

A pesquisa revela que o estado potiguar já está com 23,78 homicídios a cada cem mil habitantes e as 800 vítimas estão mais presentes na região Leste, onde se encontra a Região Metropolitana de Natal.

Apesar da alta concentração de assassinatos na referida área, o município mais violento do estado é o Umarizal, pertencente à região oestana. Logo atrás, no ranking de homicídios, estão Baraúna, São José do Mipibu, Extremoz, Areia Branca e Macaíba.

Segundo o pesquisador, nos últimos 19 dias foram registrados 100 homicídios. A vítima de número 800 foi o jovem Ítalo vinicius, executado enquanto assistia a estreia do Brasil na Copa, em Umarizal.

O mapeamento também chama a atenção para o fato de que dos 800 crimes letais cometidos, 672 deles se deram com o uso da arma de fogo como instrumento para efetivação do delito; 750 foram cometidos contra homens; 550 contra negros e pardos; 490 contra os menores de 29 anos de idade e 253 contra aqueles que tem acima dessa faixa etária. 

O estudo revela que além dos assassinatos, o estado já foi palco para 255 tentativas de homicídio. Mossoró aparece no ranking com 127 ocorrências, totalizando 50% dos casos; seguido por Macaíba, com 42 tentativas ou 16% e Natal com 26 crimes ou 10%.

Josemário Alves - Redação SOS Notícias do RN
Com informações: De Fato
type='text/javascript'/>