quarta-feira, 25 de junho de 2014

Três são baleados e um assassinado dentro de dez horas em Mossoró

Josevaldo foi atingido por disparos de armas de fogo e não resistiu
Por Defato.com
Fotos: O Câmera


A violência urbana na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte fez pelo menos mais quatro vítimas entre a noite de terça-feira e a manhã desta quarta-feira, 24 e 25 de junho, respectivamente. As ações criminosas em Mossoró deixaram um morto e outros três baleados.

Dentre três ocorrências registradas pela polícia, a mais grave resultou em um homicídio ocorrido na manhã desta quarta na rua Pedro Velho, no bairo Santo Antônio. A vítima foi identificada como Josevaldo Maximo de Oliveira, mais conhecido como "Vaval", de 32 anos de idade.

As informações dão conta de que ele estava com um grupo de amigos em uma calçada na rua Pedro Velho quando foi atingido por dois disparos de arma de fogo. Os tiros o atingiram no abdômen e na perna. O homem foi socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas, não resistiu aos ferimentos e morreu.
Lucas Patrício também foi alvejado e ficou ferido
Os relatos são de que as balas seriam direcionadas para outra pessoa. Uma dupla de motocicleta seria a autora do ataque. A polícia investiga se o ataque teria alguma relação com o ocorrido na noite de terça na rua Maximiliano Urbano Sales, localizada no mesmo bairro, que deixou duas pessoas baleadas.

Na ocasião, Lucas Patrício de Araújo da Silva, 19 anos de idade, foi atingido com um disparo no pé e um adolescente de 16 foi alvejado com um disparo transfixante no tórax. Ambos foram socorridos para o HRTM, mas, o atual estado de saúde deles não foi divulgado. O caso seria resultado de troca de tiros entre gangues rivais da localidade.
Raery foi alvejado por um disparo nas costas
Minutos depois, a polícia registrou outro tiroteio. Raery Pereira de Andrade, de 24 anos de idade, foi alvejado com um disparo penetrante nas costas na Favela do Tranquilim. Mesmo ferido, a vítima conseguiu fugir e foi socorrido para o Tarcísio Maia. Ele foi encontrado ferido por populares próximo ao local, nas imediações do Clube da Caixa, na avenida Presidente Dutra.

A motivação para o caso seria uma rixa entra a vítima e o suspeito do ataque que foi detido logo em seguida, mas, negou o ocorrido.
type='text/javascript'/>