segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Governadora, reitor e prefeito autorizam início de construção da UERN em Apodi

Foi assinada na tarde desta segunda-feira (22/12) pela governadora do estado Rosalba Ciarlini, pelo reitor da UERN Pedro Fernandes e pelo prefeito de Apodi Flaviano Monteiro, a ordem de serviço para a construção do Campus Avançado de Apodi da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

O evento transcorreu no terreno onde funcionará o Campus, e teve a presença da deputada federal e senadora diplomada Fátima Bezerra (PT).
O prefeito afirmou que essa é a obra mais importante da história de Apodi. “Estamos com 177 anos de vida, mas a obra mais importante de nossa história está sendo construída agora. Quantas caminhadas, quantas reuniões e tive que ser um pouco chato com as lideranças estaduais e o reitor Pedro Fernandes e também o reitor Milton Marques”, frisou.

O reitor Pedro Fernandes disse que o Campus de Apodi representa um símbolo da importância da UERN para o Rio Grande do Norte. “Num momento em que todo mundo me falava em dificuldades, sucateamento veio o povo de Apodi e disse que a nossa universidade era importante para a nossa região, que mudava vidas sendo responsável pela formação de várias pessoas”, frisou.
Para Pedro Fernandes o Campus de Apodi deveria ser temático, mas dele deixou a decisão final para o povo apodiense. “Conseguimos o Campus. Aí veio a questão dos cursos. A comunidade de Apodi vai decidir qual serão os cursos que teremos aqui e a UERN não tem cursos de engenharia. Porque não cursos de engenharias alimentos, de minas e de produção. Fica aqui a minha torcida”, sugeriu.

O reitor defendeu que o Campus receba o nome da estudante Brenna Sonária, que faleceu recentemente de forma trágica em frente ao se deslocar de Apodi para Mossoró para estudar. “Fica sempre o nosso apelo para que o nome do Campus faça essa grande homenagem a uma jovem que saiu daqui e foi lá estudar”, declarou.
O discurso de encerramento ficou a cargo da governadora Rosalba Ciarlini. Ela elogiou a luta dos apodienses pelo Campus. “Hoje aqui começa um novo capítulo glorioso de uma história que vem de longas datas. Um sonho realizado pela vontade e o desejo das famílias que quiseram transformar as suas vidas pelo caminho da educação. Já pus a minha assinatura em bocado de documento nesse estado, mas nenhum coloquei tanto o meu coração nesse que assinei hoje”, concluiu.

Orçada em mais de R$ 4 milhões, as obras do Campus de Apodi começam em 12 de janeiro em virtude do recesso de fim de ano.
type='text/javascript'/>