quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Detento é ferido a pauladas durante rebelião no presídio de Caraúbas

Por Josemário Alves / SOS Notícias do RN
Com informações e foto: Icém Caraúbas

Pela segunda vez em quatro dias, a Polícia Civil em conjunto a Polícia Militar tiveram que apaziguar os ânimos no Presídio Manoel Alves Pessoa Neto, em Caraúbas. Os motivos foram duas rebeliões internas durante a noite de sábado e a madrugada desta quarta-feira, 17 e 20 de janeiro, respectivamente.

Nesta última, um detento recém-chegado ao presídio foi agredido, por outro, com pedaços de madeira e de vaso sanitário. De acordo com o delegado Civil Erick Gomes, o agressor cometeu o ato por que sofria crise alucinógena por falta de drogas.

O caso aborreceu os apenados, que provocaram um longo tumulto.

No último sábado, vários presos deram início a uma rebelião dentro da unidade prisional, sendo necessário o reforço policial para contê-los. Segundo o agente penitenciário André Santos, que fez a negociação com os rebeldes, o motivo era o domínio total do presídio pela facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Os detentos que iniciaram a manifestação fazem parte do Comando do RN, facção inimiga do PCC. Eles pedem a transferência para o presídio de Caicó, onde existe uma base do Comando do RN.
type='text/javascript'/>