quinta-feira, 19 de março de 2015

Centro Tecnológico realizará pesquisas com abelhas em Apodi

 Da Redação / SOS Notícias do RN
 Foto: Assessoria / UFERSA 


Os produtores rurais que atuam na criação de abelhas na região oeste do Rio Grande do Norte receberam cerca de R$ 1,5 milhão do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) para capacitação profissional. A atividade tem sofrido com a seca, causando o desaparecimento das abelhas. O investimento tem como objetivo fortalecer o segmento no RN.
Os recursos liberados pelo MCT são destinados ao projeto Centro de Capacitação Tecnológica de Apicultura (CCTA) da Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa).
Para o professor e coordenador do Centro Tecnológico de Apicultura e Meliponicultura (Cetapis) Lionel Segui Gonçalves, “a liberação dos recursos para o Projeto é de fundamental importância para o desenvolvimento da apicultura e do agronegócio Apícola no Estado”.
Segundo ele, o Centro também irá operar com uma estrutura produtiva na cidade de Apodi, município que recentemente se destacou no cenário nacional como um dos maiores produtos de mel da região nordeste.
A proposta do CCTA é apoiar e possibilitar aos apicultores potiguares da região Oeste do estado no aprimoramento de conhecimentos e metodologias voltadas para uma melhor competição no agronegócio apícola nacional e internacional e o incremento da exportação do mel.
O Centro também vai fornecer assistência técnica e aprendizado de metodologias que atendam às exigências do mercado interno e externo.
Ainda de acordo com Lionel, a ideia do projeto é oferecer cursos intensos de capacitação em Fundamentos de Apicultura e o curso de Marcenaria Aplicada a Apicultura, com estágios de acompanhamento na Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural e Sustentável (Coopapi), localizada em Apodi-RN.
O novo Centro de Pesquisa contará com toda a infraestrutura do Cetapis, instalado na Fazenda Rafael Fernandes, da Ufersa, como laboratórios, estação meteorológica informatizada, apiários experimentais, sala de seminários, casa do pesquisador e cada dos estagiários.
A liberação dos recursos para a instalação do CCTA possibilitará a aquisição de equipamentos científicos, implementos apícolas, instalação de uma marcenaria, construção de uma biblioteca e um anfiteatro, além da compra de equipamentos para a Coopapi, em Apodi.
type='text/javascript'/>