sábado, 28 de março de 2015

Sociedade apodiense prestigia evento de criação do PSOL no município


Por Iêda Silva
O lançamento do Partido Socialismo e Liberdade, em Apodi, aconteceu ontem à noite, na Câmara de vereadores. O evento foi bastante prestigiado e contou com a presença do vereador de Natal, Sandro Pimentel e representantes de diversas entidades da sociedade civil organizada.

Na abertura, o advogado Marcos Pinto falou da importância do evento para o município, que ele representou um pequeno passo na política local, mas um grande passo para a consolidação de um novo modelo de desenvolvimento para o município. “Sandro vai sair orgulhoso de Apodi pela representatividade que presenciou na composição da mesa”, disse.

A mesa foi composta por representantes de diversos segmentos sociais: representante dos garis, da educação, dos indígenas, dos movimentos sociais, dos funcionários públicos, da agricultura familiar, da saúde, dos Conselhos Comunitários, entre outros. “A pluralidade do município de Apodi está bem representada. Ela é uma vertente do PSOL.”, elogiou Jobson Galdino, dirigente estadual do partido, que estava representando o vereador Marcos Antônio.

O vereador Sandro Pimentel destacou a plateia do evento que considerou muito qualificada e parabenizou o povo apodiense por ser muito acolhedor e simples. “O PSOL está nascendo num município com representatividade social organizada e diversificada. É muito fácil organizar uma cidade que tem representação em todos os segmentos. A expertise já existe em cada movimento, é só utilizar”, frisou.

Com um discurso que empolgou e arrancou aplausos da plateia, Sandro falou sobre a banalização da corrupção no Brasil e enfatizou que em Apodi, o PSOL estava nascendo em solo fértil e elogiou a conduta do presidente do partido em Apodi, Paulo Viana, “de quem só ouvi elogios ao seu caráter íntegro e justo, conduta que se alinha aos nossos ideias”, comentou.

Escolhido pelos presentes para dirigir o PSOL em Apodi, Paulo agradeceu a confiança depositada nele e que se for a sua missão, junto com a sociedade civil organizada, mudar os rumos de Apodi, sente-se muito honrado por fazer parte desta luta. “Só existe um caminho para o município se desenvolver: não é um modelo centralizador, construído dentro de gabinete, sem discutir com a sociedade, mas um projeto que dê a garantia de que os apodienses assumam o rumo e o destino desta cidade”, disse.

O presidente do Fórum da Agricultura Familiar, Zé Holanda, ressaltou que o PSOL iniciou com o pé direito em Apodi. "Não podia ser entregue a alguém mais íntegro do que Paulo. Estou à disposição para integrar esse projeto de desenvolvimento de nossos potenciais com essa diversidade de conhecimento que ele trouxe para essa reunião”, completou.

Escolhida por aclamação, a diretoria do PSOL em Apodi ficou constituída da seguinte forma: Presidente: Paulo Viana; Vice- Presidente: Marcos Pinto; 1 tesoureiro: Genildo Souza; 2 tesoureiro: Chico Zé; 1 Secretária: Patrícia Lorena e 2 Secretário : Cláudio Lopes ( Seu Tonho).
type='text/javascript'/>