domingo, 19 de abril de 2015

Homem de 59 anos que procura parentes da família Carneiro está no RN

Com informações do Gazeta do Oeste / Foto: Icém Caraúbas
A determinação de Genaro Bento de Freitas na busca por parentes da família Carneiro de Freitas persiste e o fez desembarcar no Rio Grande do Norte na quarta-feira passada, 15. 
Nessa estada em terra potiguares, o feirante de 59 anos pretende identificar pessoas de Caraúbas e Apodi que tenham parentesco com o pai dele, Bento Carneiro de Freitas, natural de Apodi e falecido em 1962.
O desejo de conhecer os familiares por parte de pai motivou Genaro, da cidade de Senador Canedo, em Goiás, a tomar uma atitude inusitada. No dia 14 de março deste ano, ele decidiu se dirigir ao Centro de Goiânia com uma faixa que chamou a atenção de quem passava pela capital. Nela, Genaro informava que estava à procura de parentes da família Carneiro de Freitas dos municípios de Apodi e Caraúbas, no Rio Grande do Norte. Contudo, ele não imaginava que a iniciativa atingiria tamanha repercussão.
O que Genaro não contava é que iria receber uma ajuda toda especial. Diante da iniciativa do feirante nascido em Nova Iguaçu-RJ, no mesmo dia, uma moça chamada Lívia Castro perguntou a Genaro se poderia bater uma foto mostrando ele segurando a faixa, para divulgar no Facebook.

A proposta foi aceita e a solidariedade de Lívia teve um resultado bastante positivo. Rapidamente, Genaro recebeu mais de 50 ligações, das quais ele registrou os números dos telefones de 26 chamadas, todas com pessoas que alegam possuir parentesco.
A missão de Genaro tem o apoio de Ridália Benevides, filha de Antônio Benevides Carneiro e moradora de Caraúbas. O feirante tem sido acolhido com muito carinho pela família, que também tomou conhecimento da luta de Genaro através da internet.
Soubemos que Genaro estava procurando seus familiares, pela internet,  e entramos em contato. Acredito em um parentesco distante com Genaro. Parentesco que remete, talvez, aos meus avós. A atitude dele foi uma surpresa. Genaro está gostando muito de poder ter vindo a Caraúbas e Apodi, e a gente está se adaptando a ele”, disse.
Desde que chegou ao Rio Grande do Norte, Genaro está empenhado em ter contato com a família. Viajou inclusive a Apodi, onde foi em busca de suas origens. “Desde que cheguei, não parei. Estou tentando achar minha origem. Tenho encontrado dificuldades para encontrar pessoas que possuam, de fato, parentesco, com meu pai e mãe, mas a esperança se mantém”, declarou.
O feirante completa 60 anos no próximo dia 20 de abril e ainda não tem data definida para retornar a Goiás.
type='text/javascript'/>