quinta-feira, 23 de julho de 2015

“Podemos reverter essa situação se nos unirmos”, diz presidente da AENTS sobre dívida ‘surpresa’ com a Receita Federal

 
A diretoria da Associação dos Estudantes Técnicos e Superior de Apodi (AENTS) foi surpreendida nesta quarta-feira (22) por uma dívida de mais de R$ 24 mil, existente junto à Receita Federal.

O débito foi acumulado desde a fundação da entidade e é oriunda de multas mensais por não declaração de informações importantes ao órgão federal.

Segundo o presidente da AENTS, Givaldo Lopes, a dívida poderá inviabilizar o convênio com a Prefeitura Municipal, que garantiria o repasse de R$ 27 mil para o pagamento dos ônibus universitários.

“É uma questão delicada. Não sabíamos da existência dessas multas acumuladas. Se não quitarmos, não será possível a realização do convênio”, informa o presidente da entidade.
Givaldo alerta que, a dívida de mais de R$ 24 mil, poderá ser abatida em cerca de 50%, caso o pagamento seja à vista e dentro de 30 dias.

“Podemos reverter essa situação se nos unirmos. Estamos analisando todas as possibilidades. A única até agora é o pagamento à vista pelos associados. Para isso, cada estudante teria que contribuir com, aproximadamente, R$ 36. Mas estamos aceitando outras sugestões”, conclui Givaldo.

A parceria entre estudantes e prefeitura é considerada de grande importância pela AENTS, uma vez que, sem ela, o transporte para as cidades de Mossoró e Caraúbas se tornaria inviável devido ao alto valor custeado pelos próprios estudantes.
type='text/javascript'/>