quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Saiba de onde veio o inusitado nome do apodiense Sávio Flamengo

Seu Nonato é um fanático flamenguista. Mesmo morando em Apodi, no Rio Grande do Norte, a paixão pelo alvinegro carioca sempre falou mais alto. Em 1995, viu Romário, após o auge no Barcelona, e Sávio comandarem seu time no título da Taça Guanabara (primeiro turno do Carioca), vibrou, mas ficou chateado com a derrota na final estadual para o Fluminense, no lendário gol de barriga de Renato Gaúcho. No entanto, não se deu por vencido. Em nome da paixão, o filho nascido em 3 de julho daquele ano foi batizado como Sávio Flamengo Almeida Dantas.

Hoje com 20 anos, o garoto se tornou jogador profissional e faz parte do elenco do Mirassol para a disputa do Campeonato Paulista da Série A-2. Ainda é um novato na bola, pois se profissionalizou apenas aos 18 anos, depois de jogar pelo Potiguar de Mossoró-RN. “Meu pai era muito fã, por isso decidiu colocar esse nome em mim. O Sávio era ídolo na época. Sempre existem as brincadeiras, mas levo sempre na esportiva. Para mim não à mal nenhum”, disse Sávio Flamengo.

Uma lesão na coxa esquerda durante o início da pré-temporada o tirou de combate, mas, nesta quarta-feira, dia 27, ele voltou ao trabalho de campo com força total. Além do nome, a semelhança também pela posição ofensiva. “O antigo Sávio era mais velocista, armador, enquanto eu jogo mais na frente, seguro a bola, tenho bom cabeceio e, lógico, procuro fazer gols”, disse Sávio. “Ele já mostrou seu valor, eu estou começando e preciso ganhar o meu espaço”, emendou.

A jovem promessa chegou ao Leão da Araraquarense para a Copa Paulista e o Paulista Sub-20 (júnior), ambos em 2015. “Estou realizando um sonho de criança, e do meu pai. Fiz avaliações em vários clubes até que deu certo no Potiguar”, emendou Sávio, que renovou seu vínculo com o Mirassol até o final de 2017.

Do Diário da Região
type='text/javascript'/>