quinta-feira, 14 de abril de 2016

Apodienses relatam insatisfação com vereadores e defendem renovação na Câmara

 (Foto: Josemário Alves)

“Eles estão deixando a desejar”. O desabafo do agricultor Chagas Gomes, morador da comunidade de Bamburral, revela o descontentamento com o trabalho desenvolvido pelos vereadores do município.

“Alguns estão travando o desenvolvimento de nossa cidade com o jogo politiqueiro seboso, e só quem perde somos nós”, destaca o agricultor.

Chagas não é o único a pensar desta forma. A atual conjuntura política do País, os recentes escândalos descobertos, a transparência cada vez maior, leva os eleitores a ficarem mais atentos e perceberem quem realmente está trabalhando pelo povo.

Devido a isso, boa parte da sociedade apodiense já se manifestou a favor de uma renovação, quase que completa, na Câmara Municipal. A esperança é que novos nomes tragam a possibilidade de crescimento da cidade, tanto na política, quanto na economia.

Em entrevista do blog do Josemario.com, o estudante universitário Francisco Nogueira lembrou de vários projetos enviados pelo prefeito Flaviano Monteiro para votação e que, ficaram travadas por muito tempo, prejudicando a própria cidade.

“Se analisarmos bem, poucos ou quase nenhum estão preocupados com o povo. Por mim ela se renovaria 100%. Defendo uma Câmara com mentes abertas, que queira o bem do povo”, disse Nogueira.
 (Foto: Josemário Alves / Arquivo)

A empresária Flávia Menezes também frisou o interesse na renovação. Para ela, as mudanças são sempre bem-vindas, independentemente de onde seja.

“Na minha opinião, a vida se renova a cada dia, e na política não deveria ser diferente. Eu, realmente, não sou de acordo, em particular, de reeleição, acho que esta manutenção de cargos, seja em qualquer esfera, não é benéfica”, detalhou ela.

A dona de casa Genilma Oliveira, moradora no bairro Lagoa Seca, diz que somente alguns vereadores em exercício merecem confiança, mas que isto não é suficiente para se manter no poder.

Questionada sobre a tão falada renovação na Casa Legislativa Municipal, ela declara que apoia, mas ressalta que, às vezes, tem medo do que pode vir pela frente.

“Foi -se o tempo em que acreditei nos que estão lá, um ou dois, acho eu que merecem confiança, mas também já tenho é medo dessa tal renovação. Quando a gente tenta renovar, eles acabam se corrompendo também. Parece que tem algum tipo de vírus no poder”, conclui.
type='text/javascript'/>