domingo, 9 de outubro de 2016

Apodi fica em 99º lugar no ranking potiguar de 'Bem-Estar Urbano'

(Foto: Josemário Alves)

O município de Apodi, localizado na região Oeste do Rio Grande do Norte, ficou em 99º lugar entre os municípios potiguares no índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu), que analisa a estrutura das cidades brasileiras, como mobilidade urbana, meio ambiente, habitação e serviços. A cidade recebeu nota 0,744, e quanto mais próximo de 1,0, melhor é a condição de bem-estar urbano.
 
O levantamento foi feito pelo Observatório das Metrópoles, coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e divulgado no final de setembro deste ano.

O estudo Ibeu Municipal avaliou cinco indicadores de qualidade: mobilidade urbana, como o tempo de deslocamento de casa para o trabalho; condições ambientais (arborização, esgoto a céu aberto, lixo acumulado); condições habitacionais (número de pessoas por domicílio e de dormitórios); serviços coletivos urbanos (atendimento adequado de água, esgoto, energia e coleta de lixo), e infraestrutura.

O índice que apresentou a pior nota em Apodi foi o de serviços coletivos urbanos, com 0,609 pontos. Já a maior nota foi no quesito mobilidade urbana, com 0,967 pontos.

Confira as notas de Apodi:

Índice de Bem-Estar Urbano: 0,744

       Mobilidade Urbana: 0,967
       Condições Ambientais Urbanas: 0,610
       Condições Habitacionais Urbanas: 0,918
       Atendimento de Serviços Coletivos Urbanos: 0,609
       Infraestrutura Urbana: 0,612

Ranking no Estado: 99º
Ranking no país: 3662º

O município que obteve o melhor Índice de Bem-Estar Urbano no Rio Grande do Norte foi São Bento do Trairí, com média 0,893. Já o pior índice foi de Extremoz, que obteve nota 0,650.
type='text/javascript'/>