quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Menor suspeito de matar dona de casa apodiense em Mossoró é detido dentro de igreja

(Foto: Arquivo pessoal)

Um adolescente de 16 anos, suspeito de matar a apodiense Silvia Helena Neris de Souza, de 44 anos, durante assalto no mês de novembro em Mossoró, foi preso nesta quarta-feira (07), dentro de uma igreja evangélica na favela do Pirrichil

A apreensão foi determinada pela justiça, através de mandado judicial. O adolescente já era foragido do Centro de Integrado de Atendimento ao Adolescente infrator (CIAD), onde cumpria medidas socioeducativas por matar o tatuador Chicão Tattoo em 2014.

Segundo informou a polícia, os agentes só conseguiram localizar o suspeito após denúncias anônimas feitas pelo WhatsApp. O cumprimento do mandado foi feito pela Divisão de Polícia do Oeste (DIVIPOE), que tem a frente o delegado Renato Oliveira, também titular da Delegacia de Apodi.

O adolescente foi levado para delegacia, onde negou o crime e disse que estava na casa da sua namorada no dia do assalto. Entretanto, foi reconhecido por várias testemunhas como sendo um dos assaltantes que matou a apodiense Silvia Helena.

Ele foi levado ao Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP), para fazer exames de corpo de delito, e encaminhado de volta ao CIAD.

Sílvia Helena era apodiense e estava indo ao teatro assistir à apresentação da sobrinha do esposo, quando foi alvo dos criminosos. No caminho, ela e o marido se depararam com troncos de árvores no caminho e perceberam que se tratava de uma ação criminosa.

Seu esposo acelerou o veículo, mas os suspeitos atiraram várias vezes. Uma das balas atingiu a cabeça de Sílvia e acabou morrendo na UPA do Alto de São Manoel, em Mossoró.


type='text/javascript'/>