segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

MP apura o caso dos remédios vencidos de Apodi encontrados na zona rural de Severiano Melo

(Reprodução / Redes sociais)
 
Por Josemário Alves / Mossoró Hoje
 
O Ministério Público da Comarca de Apodi vai investigar o descarte irregular de centenas de caixas de remédios encontrados em uma comunidade rural de Severiano Melo, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Os medicamentos foram localizados nesta terça-feira (05) por moradores da região às margens de uma estrada carroçável.

As cartelas e caixas de medicamentos descartadas estão vencidas e possuem o selo do Ministério da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde de Apodi, município vizinho à Severiano Melo. Foram encontradas caixas de Benzoilmetronidazol, usado no tratamento de giardíase e amebíase infantil, de Alendronato de sódio, para tratamento de osteoporose, entre outras.

A coordenadora da Vigilância Sanitária de Severiano Melo, Ceiça Freitas, relatou ao MOSSORÓ HOJE que já protocolou uma denúncia na sede do MPRN de Apodi para apurar o descarte irregular dos medicamentos. Ela contou que não sabe como os medicamentos foram parar ali.

O secretário Municipal de Apodi, Pedro Júnior, disse que também não sabe quem poderia ter jogado os remédios vencidos e que a notícia o pegou de surpresa.

“Eu fiquei surpreso com esta notícia. A gente tem uma empresa contratada que faz esse descarte em um local adequado. Não há necessidade de ninguém da secretaria fazer isso”, explicou o secretário.

Pedro Júnior afirmou que vai abrir um processo administrativo para apurar quem descartou os medicamentos irregularmente.

“Já acionei a equipe de transição do prefeito eleito e estamos indo lá averiguar. Se confirmado que foi alguém da minha secretaria, vou abrir um processo administrativo para apurar quem foi. Repito, todo estoque de remédios vencidos fica no Centro de Saúde e é descartado por uma empresa contratada”, concluiu.

Procurada pela reportagem, a assessora jurídica do promotor Frederico Augusto Pires Zelaya, Marina Paiva, não confirmou que recebeu a denúncia. Disse que estava retornando de férias nesta segunda (05) e que não estava sabendo do fato.

A Delegacia de Polícia Civil de Apodi também não recebeu denúncias.
 
 
type='text/javascript'/>