terça-feira, 3 de janeiro de 2017

“Peguei ele pelo pescoço e balancei”, confessa a mãe do menino estrangulado em Apodi

(Foto: Polícia Civil / Cedida)

A mãe da criança de 2 anos, que está internado em coma na Unidade de Terapia Intensiva no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, confessou ter tentado matar a criança por esganadura.

A confissão foi em depoimento ao delegado Renato Oliveira, na frente de dois advogados. A mulher disse que estava em casa sozinha com o filho.

Num determinado momento, a criança estava multo impulsiva. “Peguei ele pelo pescoço e balancei”, confessa a mãe do menino ao delegado Renato Oliveira.

O delegado contou que a jovem chegou a delegacia já muito nervosa. Chorou muito e quando ouviu sobre o laudo do ITEP, o depoimento da mãe dela e do marido, confessou.

“Eu já tinha ouvido a mãe dela e o marido dela e os dois haviam indicado claramente que era ela a culpada por ter quase matado a criança por esganadura”, conta o delegado.

O delegado conta que o marido dela relatou que havia saído para trabalhar e quando voltou já encontrou o filho doente. “Ele não falou a verdade que sabia”, destaca o delegado.

Para concluir a investigação, o delegado disse que vai ouvir a avó da criança, que foi a primeira avisada do ocorrido pela mãe, e também os vizinhos. O delegado quer comprovar que a criança apanhava da mãe com frequência, conforme ouviu informes extraoficiais.

O inquérito policial deve ser enviado à Justiça ainda esta semana. O delegado pretende indiciar a mãe por tentativa de homicídio e o pai por faltar com a verdade.

Do Mossoró Hoje
type='text/javascript'/>