sexta-feira, 10 de março de 2017

Temer atribui ‘paternidade’ da transposição do São Francisco ao povo nordestino; “vocês é que pagaram impostos ao longo do tempo”

(Foto: Assessoria de Imprensa / Michel Temer)
O presidente da República, Michel Temer, atribuiu nesta sexta-feira (10) ao povo brasileiro e, em especial, aos nordestinos, a “paternidade” do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Obra que deve ser encerrada entre dezembro deste ano e janeiro de 2018, ela beneficia 12 milhões de pessoas em quatro estados do Nordeste.

“A paternidade é do povo brasileiro e do povo nordestino. Porque vocês é que pagaram impostos ao longo do tempo, vocês é que permitiram que nós pudéssemos fazer grandes investimentos nessa obra”, afirmou Temer em Campina Grande (PB), após a assinatura da ordem de serviço para as obras de adequação da rodovia BR-230.

Temer ressaltou o esforço do governo federal ao empenhar verbas adicionais para finalizar a integração. Nos últimos dez meses, o governo federal investiu R$ 602 milhões para acelerar a obra. 
 
Ainda na sexta, o presidente acompanhou a chegada do rio à Paraíba, na cidade de Monteiro. O evento marcou a inauguração do Eixo Leste do empreendimento.
type='text/javascript'/>