domingo, 16 de abril de 2017

Adolescente percorre mais de 50 km para fugir da polícia, mas é rastreado e detido por homicídio em Apodi

(Foto: Polícia Militar / Divulgação)
Um adolescente de 17 anos foi apreendido na última quinta-feira (13), suspeito de matar o funileiro Maikon Alissandro Fernandes Pompeu, de 23 anos, na manhã do dia anterior no Centro de Apodi.

O suspeito cometeu o crime na companhia de um amigo e fugiu para o município de Viçosa, a 51 quilômetros de distância de Apodi para tentar escapar da polícia, mas acabou rastreado e detido em uma operação das polícias Militar e Civil.

De acordo com o delegado Renato Oliveira, responsável pelas investigações, o caso ainda será esclarecido, mas a principal linha de trabalho é que o menor matou o funileiro devido a intrigas.

Veja:
Assassinato de funileiro no Centro de Apodi foi motivado por intrigas, diz delegado


Após ser detido, o adolescente foi conduzido à sede da Delegacia de Apodi, para prestar esclarecimentos e, em seguida, levado a um Centro de Detenção para Menores Infratores (CIAD) na cidade de Mossoró.

A motocicleta usada no crime também foi apreendida. Trata-se de uma Honda Fan de cor preta roubada na zona rural de Apodi no dia 08 de abril.

Outro caso

A polícia relembra que o adolescente já tinha sido investigado em 2014, suspeito de apologia ao crime nas redes sociais. Com apenas 15 anos na época, ele publicava fotos e textos no Facebook demonstrando apoio à criminosos e insultando autoridades policiais.

Em uma das imagens, o menor comemorou a proeza dos bandidos que explodiram a agência do Banco do Brasil de Apodi, em novembro de 2013, e expôs munições de um fuzil.

Relembre:
Menor apodiense é acusado de apologia ao crime nas redes sociais


type='text/javascript'/>