quarta-feira, 12 de abril de 2017

Assassinato de funileiro no Centro de Apodi foi motivado por intrigas, diz delegado

(Foto: Arquivo Pessoal)
O jovem Maikon Alissandro Fernandes Pompeu, de 23 anos, foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (12) no Centro da cidade de Apodi. O crime foi a terceira morte violenta em três dias no município e, segundo o delegado Renato Oliveira, teria sido motivado por intrigas.

Testemunhas contaram à Polícia Civil que Maikon estava trabalhando em uma oficina de funilaria automobilística, nas proximidades do Bar Leão, quando dois homens se aproximaram em uma moto e atiraram várias vezes. Os tiros atingiram principalmente a região da cabeça da vítima, provocando morte imediata.

Em entrevista ao Blog do Josemário.com, o delegado Renato Oliveira revelou que um dos suspeitos já foi identificado e está sendo procurado. Este rapaz teria matado o jovem funileiro por causa de intrigas.

O caso deverá ser esclarecido nos próximos dias.

Maikon era usuário de drogas, mas, de acordo com o depoimento da família, ele nunca informou que estava sendo ameaçado de morte.

O corpo da vítima, natural de Caraúbas, foi removido para ser examinado e necropsiado na sede do ITEP em Mossoró. O crime foi o nono homicídio em menos de quatro meses no município de Apodi.
 
 
type='text/javascript'/>