sábado, 26 de agosto de 2017

Comoção marca enterro do estudante de medicina apodiense que morreu em acidente de carro

(Foto: Josemário Alves)
Foi enterrado na tarde deste sábado (26), o corpo do jovem estudante de medicina Felipe de Lima Fernandes, de 23 anos, que morreu em um acidente de carro na rodovia RN – 118, no Seridó potiguar. O sepultamento foi na cidade de Apodi, onde ele nasceu e para onde ele viajava quando se envolveu no acidente.

Antes do enterro, o corpo foi velado no Memorial Nossa Senhora Aparecida, da funerária Santo Antônio (FUNEPLANOS). Familiares, amigos e populares que se comoveram com a tragédia estiveram presentes e prestaram as últimas homenagens.

Durante a tarde, o corpo de Felipe foi levado para a sede da Igreja de Cristo, onde foi realizado a cerimônia fúnebre.

O cortejo foi iniciado às 17h pela BR – 405 e durou cerca de meia hora. Felipe Fernandes foi sepultado no Cemitério Parque da Saudade, no bairro IPE.
 
(Foto: Arquivo pessoal)
Acidente

O acidente aconteceu no início da tarde de sexta-feira (25) entre as cidades de Caicó e Jardim de Piranhas, ambas na região do Seridó potiguar.

Felipe trafegava sozinho da Paraíba, onde cursava medicina, até Apodi, para passar o final de semana com os pais.

Conforme a polícia, o jovem perdeu o controle do veículo, saiu da pista e colidiu violentamente contra um poste de energia elétrica. Devido à gravidade dos ferimentos, ele morreu na hora.
 
Leia: Universitário apodiense morre em acidente enquanto retornava para casa para matar saudade dos pais

Luto

O reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Vicemário Simões, divulgou nota de pesar pelo falecimento de Felipe Fernandes.
 

(Foto: Josemário Alves)
Repercussão

Bastante queridos pelos amigos, a morte de Felipe Fernandes comoveu até mesmo quem não o conhecia. Várias mensagens de apoio à família foram publicadas nas redes sociais.

Durante o cortejo fúnebre, uma grande quantidade de pessoas fez questão de sair de suas casas e acompanhar a despedida das calçadas e às margens da rodovia. O semblante de tristeza era geral.


type='text/javascript'/>