segunda-feira, 9 de julho de 2018

Adolescente de Portalegre inicia trabalho de parto a caminho de Mossoró e é amparada por equipe de obstetrícia em Apodi

(Foto: Cedida)
Uma adolescente de 16 anos viveu momentos de muita tensão durante a tarde de domingo (08), no Oeste do Rio Grande do Norte. Grávida de nove meses, ela deu início ao trabalho de parto dentro de um carro, quando seguia viagem de Pau dos Ferros para Mossoró, e foi amparada pela equipe médica do Centro Obstétrico de Apodi.

Tudo começou na sua cidade natal Portalegre, quando a jovem sentiu que tinha chegado a hora da criança nascer. Junto aos seus familiares, a adolescente se dirigiu ao Hospital de Pau dos Ferros, onde funciona a maternidade que atende a região. Na unidade, o médico plantonista orientou que a mãe procurasse uma maternidade de referência regional, pois o bebê iria nascer prematuro.

Não acreditando nesta informação, a família decidiu seguir para Mossoró por meios próprios. Entretanto, eles não contavam com o que estava para acontecer. A mãe relatou à equipe médica do acolhimento de Apodi que, se aproximar da cidade, sentiu que ia entrar em trabalho de parto. Pouco tempo depois, a bolsa se rompeu.

Desesperada por ajuda, a família seguiu direto para o Hospital Regional de Apodi, onde funciona o acolhimento para as gestantes. A adolescente já chegou na unidade parindo e recebeu toda a assistência da equipe de obstetrícia de plantão.

“Foi tudo muito rápido. Quando eu abri o vidro, percebi que a criança já vinha nascendo. Corri e chamei a parteira e o restante da equipe para ajudar”, contou a enfermeira Gorete Menezes ao Blog do Josemário.

O parto aconteceu naturalmente dentro do veículo da família, mas sob a supervisão da parteira Francisca Neta, da enfermeira Gorete, da técnica de enfermagem Aparecida Pinto e da médica Jonsuellya Gurgel.

O momento foi de muita emoção e contagiou a todos que ali estavam.

Pelas redes sociais, a parteira Neta se disse muito feliz e realizada por ter ajudado o parto daquela jovem moça. “Quero agradecer a Deus por me ter dado esta oportunidade. Estava com saudades de sentir a vida nos meus braços. Estou muitíssima feliz e realizada. Tive medo, mas graças a Deus deu tudo certo. Estou muito feliz”, disse.

O bebê, do sexo masculino, nasceu saudável. Ainda no Centro de Obstetrícia de Apodi, ele recebeu os primeiros cuidados e foi encaminhado, junto com a mãe, para uma avaliação mais completa em Mossoró em uma ambulância do município.

Esta foi a primeira criança a nascer no Centro de Obstetrícia da cidade, mesmo antes do espaço ser inaugurado, oficialmente. Apesar de estar pronto, o local aguarda o desfecho de um impasse entre a gestão municipal e a Secretaria Estadual de Saúde para funcionar completamente.

Até lá, a Prefeitura de Apodi mantém uma sala de acolhimento com uma equipe de plantão 24h para atender casos como estes e encaminhá-los para outras cidades, sem deixar as gestantes desassistidas.

FACENE Mossoró

type='text/javascript'/>